Ando tão sentimental atualmente, tão manteiga derretida quando olho para o meu cachorro, acho que estou vendo nos olhos dele o tempo passar e cada vez que ele me olha, levantando os olhos quando está deitado, lembro do Daddy, cachorro do Encantador de Cães Cesar Milan.

Se você tem cachorro ou gostaria de ter, provavelmente já ouviu falar deste treinador de cães que hoje virou celebridade devido a seu carisma e acredito que, em grande parte, por causa do seu Pit-Bull Daddy.

A história de Daddy é muito bonita pois Cesar conta que Daddy é seu grande professor, o cão que o ensinou tudo sobre como um bom cão deveria ser. O mais interessante é que ele é um Pit-Bull e mesmo com o preconceito (na maioria das vezes bem fundado) contra a raça , Daddy ensinou a Cesar e a todos que é possível reverter o preconceito e provar que você não precisa ser como as pessoas pensam que você é, que você pode ser melhor.

Daddy é parte do centro de treinamento de Cesar, em que ele reabilita cães maltratados, agressivos ou com outros distúrbios de comportamento, e com sua presença sábia e calma, Daddy faz sua parte mostrando aos outros cães como eles devem se portar. Lembro de ver inúmeros episódios do programa de TV de Cesar quando Butters era filhotinho e eu e Bryan ficávamos abismados com a personalidade de Daddy, que em N-A-D-A lembrava um Pit-Bull: dócil, carinhoso, calmo e com um olhar pidão.

Segundo Cesar, o temperamento de Daddy é tão incrível que ele jamais reage a nada, mesmo quando os cães do centro de reabilitação o desafiam e eventualmente o atacam, Daddy se mantém calmo e só reage quando Cesar dá o comando. Extretamente educado e bem treinado, exatamente o oposto do meu cachorro aqui em casa (de chorar de rir esta, hein?)

Todo este texto é para chegar até aqui, pois hoje cruzando com uma matéria sobre ele, descobri que Daddy morreu há dois anos, e assistindo ao vídeo em celebração à vida de Daddy no site do Cesar, ao final ele diz que a maior lição de vida de Daddy foi uma lição que, se adotada por nós humanos, nosso mundo seria tão melhor:

“Viver no momento, viver com alegria todos os dias, abraçando adversidades que você não gosta naquele momento e principalmente ( e aqui está a maior lição ao meu ver)…..perdoando quem machuca você em algum momento.”

Em um tempo onde todos nós temos cada vez menos paciência e tolerância, em que qualquer bobagem ou palavra maldosa nos machuca profundamente, destruindo relações, envenenando nossos dias, quem diria que um Pit-Bull poderia trazer uma lição de vida como esta?

Assisti ao vídeo aqui.

* Um pequeno histórico sobre Daddy: ele pertencia ao rapper Redman desde filhote e com 4 meses Redman contratou Cesar para treinar Daddy visto que não tinha tempo. Depois de alguns anos Redman resolveu dar Daddy para Cesar e segundo suas próprias palavras, lhe foi dado o seu melhor amigo de uma vida, o melhor cachorro que Cesar já viu.

Fonte de fotos, website cesarways.com

3 Comments on Os ensinamentos de “Daddy”

  1. Anonymous
    28/03/2012 at 4:39 pm (9 years ago)

    Adoro e vejo sempre q posso o encantador d caes. Sinceramente a cada dia q passa vejo que sim, caes tem sim seu instinto porém é a educação e a forma de criaçao q moldam o temperamento do cachorro. Meu marido antes de nos casarmos teve um pit bull q era a coisinha mais docil que já vi. Hoje, nós temos a Aloha, uma sharpei fofa e extremamente carinhosa. Porém já conhecemos 3 sharpeis extremamente territorialistas e bravos. Dizem que sharpeis sao assim, mas a aloha desmente isso. Se vc criar o seu cachorro agressivamente, ele será agressivo. Se vc ficar instigando seu cachorro a latir, a morder, é isso q ele fará. Se vc ensinar pro seu cachorro q todos sao inimigos,assim ele agirá… acredito que quando acontece casos com pitbulls por exemplo, o dono que deverá ser julgado… se vc trata o seu cachorro com amor, e com disciplina vc terá ao seu lado um companheiro docil e super protetor! 🙂

    Reply
  2. Claudia
    29/03/2012 at 11:23 pm (9 years ago)

    Oi Rita
    Que post mais bonito.
    Eu fico encantada com estes cachorros.
    Li um livro sobre cão guia e fiquei fascinada com inteligencia destes queridos!
    Vou ver o vídeo.
    Grande beijo

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *