Tumblr

O interessante de ler livros, revistas e blogs sobre maternidade é que eles te forçam a pensar no que você está fazendo e entender, você com seus botões, se cabe uma mudança ou melhora na forma como você interage com seu filho.

Eu achava que levar a Bella para todos os lados comigo era uma boa e que, tendo sido ela criada desde bebezinha me acompanhando em tudo, à esta altura já estaria super acostumada e até curtiria fazer certas coisas com a sua mamãe aqui.

Áááá como eu estava enganada, e quem me mostrou isso foi a Encantadora de Bebês. Confesso que via esta autora com um pouquinho de preconceito, mais por já ter lido reportagens sobre suas obras e ter tirado minhas coclusões de que seus métodos eram um pouco simplistas demais, muito preto no branco. Sigo pensando assim, não é tudo o que ela diz que soa como verdade para mim, mas ela me dobrou em um ponto muito importante.

A Encantadora de Bebês prega que há que se respeitar a criança, seus horários e sua rotina (não diga?), mas analisando o óbvio, me dei conta de que filho, principalmente os pequenos, não precisam e quiçá, não devem, acompanhar os pais em T-U-D-O o que eles fazem. Por tudo me refiro aos afazares chatos que adultos não podem fugir e que geralmente, sem nem nos darmos conta, acabamos arrastando as crianças para fazer conosco.

  • Supermercado
  • Shopping
  • Zanzar de lugar em lugar no carro

Óbviamente às vezes é impossível deixar os filhos em casa, ou não se tem com quem deixá-los ou tudo é longe e não cabe ficar zanzando de carro para deixar e buscar as crianças, mas pensando bem, na maioria dos lugares, daria sim para deixar o filhote em casa e poupá-lo deste martírio.

Que criança sonha em fazer supermercado e ficar presa em uma cadeirinha desconfortável?
Que criança gosta de entrar de loja em loja de shopping com a mãe?
Que criança gosta de ter um levanta e senta sem fim na cadeirinha do carro indo do banco pro super, do super pro médico, do médico pra farmácia, da farmácia pro shopping?

Soa como tortura para mim, para uma criança então!

O que me fez parar e pensar no que a Encantadora de Bebês disse sobre o assunto, é o alto “índice” de pitis e escândalos que as crianças dão exatamente nestes locais. A Bella dá muito mais piti no shopping e no supermercado do que em casa. Por que será?

Venho tentando ao máximo deixar os meus afazeres para o final de semana, ao invés de para o final do dia, quando Bella está cansada depois de um dia de escola, assim Bella fica com o pai em casa e eu peregrino do supermercado pro Walmart, do Walmart pra farmácia, da farmácia pro shopping.

Assim eu poupo a minha pimentinha e poupo a mim mesma, pois já é desagradável fazer estas coisas, com criança nos estressando então, 10 vezes pior.

Sigo achando que lugar de criança não é no shopping, a não ser que para ir no cinema ou fazer um lanchinho bate e volta. Shopping é passeio de adulto e mulher, principalmente, criança quer ir na pracinha brincar, não bisbilhotar lojas em semana de liquidação. Criança quer ir na padaria e sair de lá comendo um pãozinho francês quentinho saído do forno, tomar sorvete com o pai na sorveteria, caminhar de mãos dadas na rua para passear, ir no parquinho comer algodão doce, fazer bolinha de sabão no pátio do prédio, riscar a calçada com giz de cera….criança não quer fazer tarefas domésticas de pai e mãe.

Ótima dica Encantadora de Bebês, obrigada!

7 Comments on Filhos nos acompanhando? Sempre?

  1. Danielly Meier
    26/03/2012 at 12:19 pm (9 years ago)

    Rita,

    Tão verdadeiro… incrível como me identifico com a tua maneira de cria a Bella. Aqui em casa, meu marido faz as compras da semana na sexta feira de tarde e eu fico com o Adrian. Meu filho tem 3 anos e nunca precisou fazer "rancho" com a gente porque conseguimos nos dividir e nos permitir(!) a fazer isso sozinhos (santa lista de compras). Durante a semana, compro o pão na padaria, as frutas e verduras fresquinhas no verdureiro quando estou voltando para casa do trabalho ou num período de pausa entre as minhas aulas – sem o Adrian. É claro que as vezes existem situações inevitáveis, mas elas não são recorrentes e muito menos bem vindas aqui em casa.
    Como aqui a cultura de ir ao shopping é quase inexistente, nem cogito ir ao shopping fazer um lanchinho. Lanche para mim é picnic, com direito a sentar no chão e correr ao ar livre ou uma visita ao zoológico, museu, biblioteca, cinema.
    Sei que sou um ET para muitas mães brasileiras, mas o bom de criar o meu filho na Suíça é que tudo isso é simplesmente normal e eu adoro.

    Reply
  2. Magali
    26/03/2012 at 4:50 pm (9 years ago)

    Oi Rita!!
    Aqui em casa também evito de levar a Alice nesses lugares "chatos". Mercado, shopping, churrascos à noite, ida ao médico e quaisquer outros compromissos é SEMPRE sem ela. A não ser, claro, um passeio no shopping onde ELA é a estrela principal e escolhe onde quer comer ou o que quer fazer.
    Sempre pratiquei aqui em casa os conselhos da Encantadora (claro que fiz meu próprio método, incorporando o afeto latino ao programa EASY) e adorei, deu uma base super tranquila para a Alice.

    Beijão!

    Reply
  3. Carol P
    26/03/2012 at 7:58 pm (9 years ago)

    Rita,
    Agora q a C ta grandinha, ja nao levo a todos os lugares, nao tem como. Supermercado eh online, e duramte a semana fazemos as comprinhas de frutas pao, e as vezes a C vai junto, me ajuda a carregar a cesta, escolha a massa etc. Mas sao entradas voando no super. Mancure com ela junto ,nao tem como soh se estiver dormindo no carrinho. Continuamos saindo muito, mas a maioria dos programas sao voltados para ela ou com um bom pedaco do dia em algum lugar child friendly.

    Reply
  4. Mamãe Nádia
    26/03/2012 at 11:54 pm (9 years ago)

    Eu concordo! Tem coisas que dá pra fazer com eles, mas em outros momentos podemos poupá-los do cansaço!

    Reply
  5. SHEYLA - DMULHERES
    27/03/2012 at 12:24 am (9 years ago)

    Rita, concordo e tem algumas saídas têm que serem feitas, por serem indispensáveis. Pior são àqueles pais que levam as crianças em enterros, em visitas à hospitais ou ficam até mais tarde nos barzinhos ou festas, achando que estão educando filhos de maneira correta, sem notar que estão expondo eles a lugares impróprios e a horários fora de suas rotinas?? Parabéns.
    Beijos e uma incrível semana!!
    Sheyla.

    Reply
  6. Isabela
    27/03/2012 at 2:06 am (9 years ago)

    Oi Rita,
    Infelizmente eu nunca pude deiar Nina com ninguém para fazer minhas coisas.
    Sei o quanto isso é cansativo, mas procuro ir nos horários que ela está mais relax…
    Se preciso ir ao Shopping vou logo quando abre…e ela adora correr pelos corredores…hehe não pode ver um Shopping que surta…hahaha
    Vou num mercado pequenininho que todos a chamam pelo nome e ela adora…hehe
    Mas o pior é ter que fazer coisas picadas…esse tira e põe nem eu gosto, evito ao máximo.
    super beijo

    Reply
  7. Ela
    29/03/2012 at 7:21 pm (9 years ago)

    Concordo totalmente com você. Eu, quando tenho como (quase sempre), não levo meus bebês a estes locais. Nem mesmo em festas infantis eu levava quando eles eram mais novos. Criança não sabe ainda o que está acontecendo. Querem o cantinho deles, seus brinquedos, o carinho da mamãe, papai, tios e avós.. ou mesmo ir pra parquinhos e praças como você disse, ver a paisagem, os cachorrinhos… Mais a mais, shoppings tem sempre ar condicionado no máximo, cheio de impurezas. Já fui criticada por isto..

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *