As vezes penso que a missão da minha vida, ou seria, a maior tarefa que preciso aprender, é  lidar com o estresse. Não existe vida sem estresse atualmente, somos todos tão ocupados, temos tantas responsabilidades e, se você for mãe, isso ainda duplicará as preocupações, que serão por você e por seus filhos.  Parece complicado viver uma vida sem um pingo de preocupações e ansiedade, quem souber a fórmula por favor me ensine. Eu conheço uma ou duas pessoas apenas que são extremamente zen, mas elas são exceção e não a regra.

Eu confesso que sempre fui estressada, angustiada, sempre pensando que o pior vai acontecer, não sei por que, vai ver é meu lado dramático de leonina, mas hoje eu uso de alguns recursos para tentar espantar o estresse quando ele cisma em aparecer (o que é quase toda semana, por sinal):

  • Tomar um banho bem demorado

PicMonkey Collage3

Banho quente sempre me ajuda a relaxar, seja ele de banheira (como é tradicional no Canadá) ou de chuveiro. Se eu percebo durante o dia que eu estou ficando angustiada demais com algum problema, eu já “agendo” um banho a noite, mesmo já tendo tomado banho de manhã.

De vez em quando me dou uns mimos, como um vidro especial de sais de banho ou uma “bomba” aromática. Não sempre, na maioria das vezes meus banhos de banheira são somente água quente pura, mas uns pequenos luxos de vez em quando não fazem mal a ninguém.

  • Florais

PicMonkey Collage2

A mãe de uma amiga querida me indicou tomar florais e segui a dica e uso 2 tipos: um durante o dia, dou uma borrifada diária, e um antes de dormir. Sempre carrego na bolsa comigo.

Aqui no Canadá você encontra os Florais de Bach no mercado Whole Foods.

  • Cds de música relaxante

Eu dirijo muito, passo o dia inteiro para lá e para cá e o carro acaba sendo meu lugar zen para tentar desestressar. Quando estou preocupada com algo e sei que a ansiedade está subindo, gosto de ouvir álbuns que não sejam de música “normal” necessariamente:

Quando estou em casa trabalhando, costumo procurar músicas assim no youtube

Já no carro, eu procuro no itunes cds com músicas instrumentais relaxantes.

PicMonkey Collage

  • Áudio-Book

Uma alternativa para a música relaxante no carro (ou no fone de ouvido no ônibus) é ouvir audio-books, livros contados em voz alta.

Estou ouvindo agora o livro The Power of Now. Já li este livro há muitos anos, mas este é um livro que devíamos reler de x em x tempos. O livro ensina ferramentas para você viver no momento, no presente, sem preocupações com o futuro, com coisas que nem aconteceram ainda. Se você é um estressado crônico, como eu, você certamente se encaixará no público deste livro. Precisamos focar no hoje, neste momento, e deixar que as ansiedades e preocupações futuras – que podem nem acontecer – nos aflijam.

  • Passar creme nas mãos

pBBW1-10388233enh-z8Hum, agora sentando aqui e pensando no que eu faço para desestressar, lembrei de uma coisa que faço seguidamente e não tinha me dado conta ainda: sempre carrego comigo um frasco de hidratante para as mãos, e já percebi que se estou estressada eu tendo a passar creme nas mãos mais vezes….talvez como forma de voltar ao “corpo” e só focar nisso por uns instantes.

Quantas vezes nossos pensamentos fogem de controle e não conseguimos voltar para o corpo presente? Talvez eu tente fazer isso com o passar de creme nas mãos.

O meu creme de mãos favorito é o Stress Relief da marca Bath & Body Works. É super gostoso e cheiroso, bom para desestressar mesmo.

  • Reservar um final de semana para não fazer nada

2ed1375fc32ec568ea5542280b6cbedd

Não é fácil, ainda mais quando se tem filhos, mas eu tento ao máximo. Reservo um final de semana para não precisar sair da cama cedo, poder tomar café na cama enquanto vemos um filme, enfim, apenas relaxar. Se eu tive uma semana muito estressante, o que acontece seguidamente quando se tem uma escolinha infantil (acredite), peço para o marido dar uma atenção extra para a Bellinha e fico enrolada na cama, na minha cobertinha favorita lendo um livro.

A sensação que tenho é que estar na minha casa num sábado ou domingo de manhã, enrolada no meu cobertor vendo filme em família cura qualquer preocupação.

  • Ter um bichinho de estimação

May 2015 pictures 839

Snif, snif….

Ter um bichinho de estimação faz TODA a diferença para a energia de uma família e sua casa. Um animalzinho é um ser puro que não sente rancor, que não sente nada negativo, ele absorve muitas vezes o estresse dos seus humanos e só devolve amor e tranquilidade.

O que mais sinto falta desde a partida do Butters, é ter um dia estressante e não poder chegar em casa, tirar os sapatos e deitar no chão abraçada com ele. Faziamos isso quase todos os dias. As vezes eu deitava embaixo da cabeça dele só para ele descansar o seu queixo em cima da minha cabeça e eu sentir aquela paz que só a respiração de um cachorro ou um gatinho transmitem.

Eu entendo que é dificil cuidar de um bichinho, as vezes não se tem com quem deixá-lo em caso de férias, mas qualquer inconveniência não é nada comparado ao amor e tranquilidade que a energia de um animal de estimação trás.

Ainda estamos nos recuperando da morte do nosso amor peludo, juntando os caquinhos do nosso coração partido, tentando lembrar dele, só dos momentos bons, sem chorar, mas logo que sentirmos que nosso coração está pronto, certamente abriremos a nossa vida e a nossa casa para um outro cachorrinho. Tanto para nós os adultos da casa, tanto para que Bella cresça sentindo esta paz e companheirismo que um bichinho trás.

  • Ler, ler, ler

9c6aebebf69db3cae5118f4c5338d946

Tá aí uma coisa que sempre me ajuda. Você lê e tira sua cabeça dos problemas, parece que dá uma neutralizada geral nos pensamentos, faz você esquecer dos problemas.

Eu não tenho conseguido ler rápido como eu gosto, ando meio sem tempo e a noite chega e estou tão cansada, mas eu não desisto, estou sempre com um livro debaixo do braço, dentro da bolsa, ando com meu Kindle para lá e para cá, leio sempre que consigo, seja na fila do banco, esperando Bella sair da escola ou nem que seja meia página antes de dormir.

  • Comer e tomar bastante água

262a9e2c5718f7361043d03c39a8d984

Não é o que vocês estão pensando.

Talvez eu seja o contrário da maior parte da população que come demais quando está estressada, eu como de menos. Isso é um problema enorme, pois ao menor sinal de estresse e preocupação eu paro de comer. Não sinto fome e não sinto vontade, mas daí baixa a pressão e tá feito o estrago.

Quando estou angustiada com algo eu sempre carrego comigo uma garrafa grande de água. Levo ela para o trabalho, ando com ela dentro de casa e no carro, e agora pensando talvez tenha o mesmo efeito psicologico do creme para mãos. Ao tomar água e focar que estou me “cuidando”, eu volto para o corpo presente, saio da neurose dos pensamentos negativos que temos quando angustiados.

  • Ter o seu templo

Stearman-Beach

Todos nós temos nosso “templo”: seja ele a igreja, um parque favorito, uma praia ou até mesmo um cantinho tranquilo em casa, e é para lá que devemos fugir quando o estresse aperta.

O meu lugar favorito é a praia, sempre. Para mim não há nada como parar na frente do mar e ouvir o vai e vem das ondas. Tenho a sorte de morar em uma cidade com praia e ter 2 praias na minha rua. Não consigo visitar todos os dias, mas sempre que me vejo angustiada é para lá que eu vou. Sento na beira da praia e parece que ali é o meu templo.

E vocês, meninas?

Como fazem para combater o estresse? Que ferramentas usam para desopilar a mente e tentar lidar com os problemas diários que enfrentamos?

1 Comment on Como eu tento combater o estresse

  1. Mamãe Nádia
    01/04/2016 at 12:51 am (1 year ago)

    Oi Rita! Eu também sou muitooooo estressada!! Agora estou num momento zen, sem trabalhar por enquanto, só cuidando da casa e da família. Mas se estou trabalhando e passo o dia todo fora eu fico louca! E acho que meu problema é ser perfeccionista, quero fazer tudo perfeito e dar 100% em todas as áreas. Se estou trabalhando quero dar o meu melhor no trabalho, e acabo me estressando com um monte de coisas. Aí quero tentar dar o meu melhor como mãe, como esposa e como dona de casa com o mísero tempo que me sobra, aí quando vejo que não estou dando conta eu começo a me estressar. Tô sempre tensa e ansiosa nesses períodos, só agora não estou pq a situação tá favorável.
    Quando eu tava trabalhando e passava estressada eu tentava tratar com muitas dessas coisas que vc mencionou. Como eu amava tomar um banho de banheira nas sextas-feiras, pra começar o fim de semana bem! Tb comprava coisinhas especiais pra ser um momento relaxante. De vez em quando eu investia numa massagem ou spa day, é a melhor coisa! E quem trabalha fora merece! Tb comecei a fazer um ritual assim que chegava do trabalho: ligava uma playlist de músicas relaxantes, acendia uma vela e deitava por uma meia hora no sofá, só pra relaxar. Isso ajudava muito. A gente precisa desligar quando chega do trabalho, não dá pra chegar e já ter mil coisas pra fazer. Eu tb comecei a desencanar dos cuidados da casa, durante a semana eu não fazia absolutamente nada na casa, além de lavar a louça e manter a cozinha limpa, e o marido me ajudava nisso. Aí nos domingos eu tirava 2 horinhas pra fazer uma faxina, pois começar a semana com a casa limpa fazia uma diferença gigantesca no meu humor e stress. Se eu não tava afim de cozinhar, não fazia janta, comprava algo pronto. A gente tem que abdicar das coisas de dona de casa quando trabalha fora, não dá pra querer fazer tudo. E a melhor coisa de todas, como vc mencionou, é a praia, a natureza! Agora que o calorzinho tá chegando é a melhor coisa chegar do trabalho e ir pro parque, relaxar. Não tem nada mais relaxante que a natureza, é comprovado cientificamente! Então usa e abusa das praias aí, vc tem praia sempre por perto, então se bater um dia estressante dá uma fugidinha pra lá… é a melhor coisa! Como eu fazia isso em PEI, saía com a cabeça explodindo do trabalho, pegava o carro e ia pra praia… eu ficava renovada!
    Uma coisa que ajuda muito também, e eu aprendi só no ano passado, é o exercício físico constante. Ter um horário físico pra se exercitar faz toda a diferença, é a dose diária de antidepressivo e serotonina. No começo é chato demais, mais chega um tempo que vc fica esperando ansiosa pela hora do exercício, pq faz muito bem pro corpo e pra mente, relaxa totalmente. Tenta tirar meia horinha todo o dia pra fazer uma caminhada leve, tu vai ver a diferença que faz!

    Beijos!

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *