Esta sem dúvida é a pior parte do processo de organização, o se desfazer das coisas. Existem pessoas que tem mais facilidade (eu hoje, talvez) e pessoas que tem um pouquinho mais de dificuldade (eu no passado, eu acho). Parece que está na moda virar minimalista, principalmente depois do livro de Marie Kondo, que eu amei por sinal. Não farei uma resenha mais a fundo pois já ouvimos falar muito do processo de organização desta especialista japonesa. Mas rapidamente, o processo dela é assim:
  • Você fará uma organização por item (não por ambiente), por exemplo hoje serão todas as suas roupas.
  • Você tirará tudo do armário e empilhará tudo no chão
  • Você pegará item a item com as mãos para “sentir” o objeto, para reconectar-se a ele (ou não)
Esta é a ideia principal do seu método, mas apesar de ter lido o livro e concordar com a sua teoria, eu tenho preguiça do estilo de Marie Kondo. Só de pensar em pegar todas as roupas da casa e empilhá-las no chão para estar pegar uma por uma com a mão….mais meias, lingerie, cachecol e afins….ah não, este método não é para mim.
Parece ir contra a maré mas preciso colocar em prática um método que funcione para mim, com minha preguiça sem fim e com a minha consciência de que eu não sou muito focada. Eu levaria 24 horas para selecionar o que quero ou não quero com a pilha toda no chão, portanto resolvi adaptar o sistema para a minha personalidade meio distraída.
 

  • Uma varredura organizacional 1 vez por mês
Eu sempre doo as minhas coisas para o Instituto do Diabetes aqui da minha cidade, e eles tem um calendário certinho e se você se cadastrar com eles, eles ligam para sua casa 1 vez por mês para dizer quando o caminhão passará e se você quer que eles agendem uma paradinha na sua casa. Eu quase sempre digo sim, pois desta maneira me forço a verificar o que não estou usando e pode ser doado.
  • Roupas (da Bella, principalmente, que ficam pequenas e mais gastas, as novinhas e lindas eu guardo e levo para o Brasil)
  • Coisas de cozinha (sabe quando você tem um monte de uma coisa só?)
  • Bagunças em geral

E desde que nos mudamos para Vancouver, eu passei a ser muito mais seletiva com o que compro, para não acumular coisas que não gosto de fato e não uso.

Eu sei que nunca serei aquela pessoa 100% organizadérrima e disciplinada, até porque tenho criança e cachorro em casa, mas meu objetivo é não guardar cacarecos que não uso e não gosto. Por hora este método tem funcionado por aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *