Um colírio de presente as minhas médicas favoritas: Doutor McDreamy 🙂
Hoje é o Dia do Médico, e eu não poderia deixar de vir aqui homenagear os médicos da minha vida:
Minha tia Berenice,
Parabéns para esta médica dedicada, com um dom maravilhoso, um jeitinho todo especial de lidar com a medicina e de colocar os nossos problemas (ou seriam os problemas que achamos que temos) em perspectiva.
Muito obrigada por nos ajudar com tanto carinho sempre, sou eternamente grata aos teus cuidados e carinhos, de tia e médica.
Doutora Bernardete,
Minha querida médica brasileira, que me atendeu a vida toda até eu vir para o Canadá e mesmo depois, quando eu ia para o Brasil visitar e sempre me consultava com ela, mesmo que só para matar a saudade dela.
Doutora Holowenko,
A nossa médica de família aqui no Canadá, que não lerá esta mensagem mas não posso deixar de prestigiá-la por cuidar tão bem de mim e da minha filha. Por ser tão dedicada, solícita, simpática, carinhosa e sempre nos encaixar quando precisamos de uma consulta urgente. As pessoas as vezes implicam com os médicos de família daqui, mas eu não tenho absolutamente nada a reclamar dos cuidados que temos com esta médica fantástica.
Doutora Lorena Hess,
Minha querida amiga médica dos prematurinhos, dos meus xodós. Eu sei a dedicação que ela tem com os pequenininhos e o Brasil tem muita sorte de ter uma médica neonatologista tão querida, amada e dedicada.
Aos inúmeros médicos que cuidaram da Bella quando ela nasceu,
Um eterno obrigada aos profissionais que se dedicaram a salvar a vida da minha filha, que nunca se cansaram de resolver o quebra-cabeça que Bella era, que nunca desistiram, que procuravam outras soluções, outros exames, outros profissionais de outros hospitais da cidade, para garantir que Bella tivesse o melhor tratamento médico possivel a uma bebezinha tão frágil como ela era. 
Um enorme obrigada aos médicos que seguraram a nossa barra nos 4 meses e meio de UTI, pelos inúmeros abraços e palavras de incentivo e amor.
Nunca esquecerei dois episódios em especial em que uma vez, logo que Bella nasceu a médica me disse: ” Ela é linda”. Parece tão bobo, parece algo que todos falam a um bebê, mas quando seu bebê pesa 600 gramas e ele não é op retrato da saúde nem muito menos propaganda de Bebê Johnson, você ouvir do seu médico que sua filha é linda….apesar dos fios, tubos, cabelinho raspado, aquelas feições próprias de prematuro, dá-se um outro valor a este elogio. Os médicos vêem além dos fios, dos curativos, da doença…eles vêem nosso potencial, e isso é muito especial. 
Outro episódio foi quando um médico me disse, já no final da jornada prematura: as únicas portas que Bella atravessará são estas, e eu prometo que daqui, destas portas, ela irá direto para casa. Foi a coisa mais linda e cheia de esperança que acredito ter ouvido em toda a minha vida. Quando se vive dentro do mundo da prematuridade, as vezes seu bebê atravessará portas muito dificeis, as vezes pernamentes, e você tem medo de onde a sua jornada a levará, mas quando aquele médico prometeu que Bellinha atravessaria as portas da UTI para ir para casa, eu tive a certeza de que conseguiriamos.
A estes grandes heróis da nossa sociedade, o meu muito obrigada. A minha experiência de vida até hoje apenas reforçou a minha teoria de que médicos são sim pessoas muito, muito especiais. Pessoas com uma vocação que a maioria de nós não tem, e embora eles vivam imersos em um mundo tão difícil, lindando não somente com a vida do próximo, mas também com muita negatividade vinda de pacientes, da burocracia, da falta de meios para se trabalhar como se deveria, ainda assim eles conseguem transmitir humanidade e paz.
Parabéns, o que seria de nós sem vocês?

4 Comments on Feliz Dia do Médico

  1. Bere
    19/10/2015 at 12:38 am (2 years ago)

    Me emocionei com tuas palavras…obrigada pela minha parte…
    Amo o que faço e acredito que a cura sempre está no amor e na sensibilidade de ouvir e viver de forma inteira cada momento da profissao que escolhi….
    um beijo e agradeço em nome de todos os colegas por este post escrito com o coraçao…

    Reply
  2. Bere
    19/10/2015 at 12:42 am (2 years ago)

    Me emocionei com tuas palavras…obrigada pela minha parte…
    Amo o que faço e acredito que a cura sempre está no amor e na sensibilidade de ouvir e viver de forma inteira cada momento da profissao que escolhi….
    um beijo e agradeço em nome de todos os colegas por este post escrito com o coraçao…
    Adelia Prado escreveu algo lindo e verdadeiro como sempre fez:
    "A sensibilidade, tanto do medico quanto de nós , pacientes, tem que se deslocar para algo realmente importante: o sentido da vida!

    Reply
  3. Bere
    19/10/2015 at 12:42 am (2 years ago)

    Me emocionei com tuas palavras…obrigada pela minha parte…
    Amo o que faço e acredito que a cura sempre está no amor e na sensibilidade de ouvir e viver de forma inteira cada momento da profissao que escolhi….
    um beijo e agradeço em nome de todos os colegas por este post escrito com o coraçao…
    Adelia Prado escreveu algo lindo e verdadeiro como sempre fez:
    "A sensibilidade, tanto do medico quanto de nós , pacientes, tem que se deslocar para algo realmente importante: o sentido da vida!

    Reply
  4. Bere
    19/10/2015 at 1:13 am (2 years ago)

    ah…adorei o colirio!!!!

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *