“Se você conhece alguém uma mãe que perdeu um filho e você está com medo de mencionar algo porque pensa que a deixará triste, lembre-se que ela não esqueceu que seu filho faleceu. Você não estará lembrando esta mãe da perda que ela teve….você estará mostrando a esta mãe que você lembra que seu filho existiu.

E.Edwards”

Tenho 7 amigas que sofreram a inimaginável perda de um filho, três durante a gravidez e uma com seu bebezinho recém nascido. Seguidamente penso na perda delas, é uma coisa que também machuca o coração das amigas, que vimos pessoas que amamos sofrer a pior perda que alguém pode sofrer. No dia de hoje, eu me uno em prece a elas, a seus bebezinhos, e as todas as mães mundo afora que perderam um pedaço de si, que viram seus filhos virarem anjos.
Não ouso dizer que imagino o que elas tenham sentido, ainda sintam, mas o meu coração também tem cicatrizes….por elas….com elas.
Se você conhece alguém que tenha perdido um filho, mande um beijo para esta mãe, mande um recadinho especial, pois ela ficará feliz de saber que você lembrou dela e do seu neném.
Com todo o meu amor, carinho e respeito as doces mães M, J , G, K , N, D e S.
Rita

Tradução da famosa ” Carta a uma mãe que perdeu seu filho” de Lexi Behrndt (traduzida por mim do inglês)

” Oh doce mãe,
Sinto muito que você esteja aqui. Eu sei que este é seu pior pesadelo, que não era seu plano viver isso. O peso desta perda é sufocante e devastador, e você trocaria tudo por apenas mais um momento…
Eu sei que seu coração está partido e como eu gostaria de fazer com que você se sentisse normal de novo. Como eu gostaria de tirar esta dor de dentro de você e colocar seu bebê de volta em seus braços. Você o veria crescer, ouviria suas risadas, veria seus joelhos esfolados e daria beijinhos de esquimó para passar. Eu tenho certeza que você aproveitaria cada momento. Você sentiria seu cheirinho até o seu próprio ar acabar. Eu sei que você daria cada pedaço de você para salvar cada pedacinho dele.
Eu sei que você sente muita saudade e como você gostaria de senti-lo só mais uma vez, ver sua carinha de novo, beijar aquela bochecha rosada e congelar estes momentos para que eles durassem para sempre.
Eu sei…
Se eu pudesse ajudá-la, se eu pudesse consertar o que aconteceu, eu moveria montanhas para fazê-lo.
Você, doce mãe, é tão corajosa. Forte. Você é uma mãe maravilhosa. Você precisa saber disso.
Nos dias em que você consegue apenas existir….não tem problema.
Nas semanas em que você não conseguir tirar o pijama, nem lavar seu cabelo e só comer sorvete no lugar de uma refeição…..você merece se dar este direito, ainda assim você estará sendo forte.
Nos dias em que você tentar ao máximo levantar e seguir a vida, mas não conseguir, permita-se o direito de perdoar-se. Dê-se um momento para respirar, pois você é muito amada.
Nos dias em que você sentir que poderia explodir de dor e raiva, vá a algum lugar sozinha e chore, chore muito, não há nada pior do que fingir que tudo está bem. Permita-se sentir toda esta dor, você já enfrentou tanto, não merece colocar uma máscara para fingir que tudo está bem. Você nunca conseguirá cicatrizar as feridas se não se permitir sentir a dor da perda do seu filho.
Nos dias em que o mundo disser: “Melhore” ou “É hora de dar a volta por cima”, lembre-se: se recuperar da dor da perda de um filho não é o mesmo que se recuperar de uma lesão. Nossos filhos não são meros braços e pernas quebrados, eles eram um pedaço do nosso coração, e agora este pedaço simplesmente não existe mais. 
Minha amiga, você eventualmente cicatrizará suas feridas, mas não da maneira que o mundo julga que você deveria fazê-lo. Você comecará a respirar mais facilmente, você doerá talvez um pouquinho menos, isso eu ouvi de mães que já estão nesta dora jornada há muito, muito mais tempo que eu e você. Elas me disseram, porém, que a dor da saudade nunca, jamais, irá se dissipar. Esta é a beleza e a garra do amor de uma mãe.
Doce mãe, você é tão corajosa.
Você mudou para sempre…da maneira mais doce, mais intensa que você jamais poderia imaginar. O seu amor é forte e isso vem com a promessa que você fez de amá-lo todos os segundos da sua vida, não importanta o quanto isso custará ao  seu coração partido. Nada no mundo me mostra amor mais incondicional do que o amor de uma mãe que perdeu um filho. Eu só vejo amor, a força deste sentimento é maior do que qualquer dor, maior que qualquer oceano de lágrimas, maior do que o último suspiro antes da morte.
Eu sei….
Eu sei que em nome deste amor você viveria a dor da perda mais mil vezes em nome do seu filho. E mesmo quando você achar que não conseguirá levantar da cama ao acordar, lembre-se…..você ainda está respirando, você ainda está de pé.
Doce mãe, sinto muito por você estar aqui, mas você é muito amada. Saiba que onde há a maior dor do mundo, também há o amor mais incondicional que pode existir.
Com muito amor……
Uma mãe que sabe, que viveu isso.”
Lexi Behrndt, mãe de Charlie

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *