Li este texto em inglês e tive que vir aqui traduzi-lo. 
Muito emocionante, vale a reflexão para nós que temos bichinhos de estimação, sejam cachorrinhos ou gatinhos.
“Eu sou seu cachorro e tenho algo para suspirar em seu ouvido: eu sei que vocês humanos vivem vidas muito ocupadas. Alguns de vocês tem que trabalhar, outros tem filhos para criar, parece que estão sempre correndo para lá e para cá, e muito frequentemente, acabam deixando de perceber os grandes momentos da vida.
Olhe para mim agora, enquanto você está sentado no computador. Veja como meus olhos castanhos olham para você. Eles estão nublados agora, por causa da idade. O pêlo branco está aparecendo no meu focinho. Você sorri para mim e eu vejo amor em seus olhos. O que você vê nos meus? Você vê meu espirito? Enxerga a minha alma, a que ama você mais do que tudo no mundo? Esta alma que perdoaria as piores maldades feitas contra mim apenas por um simples momento com você?
É apenas isso que eu peço….desacelere, ainda que por poucos instantes. Quantas vezes você estava triste, as vezes por saber que outros como eu já se foram. Nós cães às vezes  morremos cedo e repentinamente, as vezes nos vamos tão cedo e sem esperar que seu coração fica partido e você fica perdido, sem palavras. Ou as vezes envelhecemos lentamente na sua frente e você nem se dá conta, até ser tarde demais, quando você olha para mim com meu focinho branco e catarata nos meus olhos. Ainda assim o amor está sempre ali, nos meus olhos, mesmo quando chegou a hora de eu fechar meus olhos e correr livre para uma terra distante, o céu.
Eu posso não estar mais aqui amanhã ou semana que vem. Um dia você chorará por minha causa, um dos sinais mais humanos que você tem, quando uma dor tão grande enche seu coração e sua alma e a única coisa que resta a se fazer é chorar. Você ficará com raiva de você mesmo por não ter mais um dia comigo… só mais um dia.
Porque eu eu amo tão profundamente, a sua dor toca minha alma e eu também sofro. Mas lembre-se, nós temos o agora….juntos. Venha aqui, sente comigo no chão e olhe profundamente dentro dos meus olhos. O que você vê agora? Se você olhar com amor e atenção, nós poderemos conversar, eu e você, de coração para coração. Não me olhe como um dono ou como pai ou mãe, me veja como uma alma que vive, faça carinho em mim e vamos olhar olhos nos olhos e conversar. Talvez eu diga a você como é bom correr atrás daquela bolinha, ou conte algo sobre mim, ou até mesmo sobre os ensinamentos da vida. Você decidiu me ter em sua vida porque você queria uma alma para compartilhá-la. Alguém diferente de você…e aqui estou.
Sou um cão, mas estou vivo. Sinto emoções, percebo os cinco sentidos, e me maravilhoso com as tantas almas e espiritos que vejo por aí. Eu não o vejo como um cão de duas patas, eu sei quem você é. Você é humano, com todas suas qualidades e defeitos e mesmo assim eu o amo.
Agora, venha aqui sentar comigo no chão. Sinta-se no meu mundo e deixe que o tempo páre por apenas 15 minutos. Olhe fundo nos meus olhos e suspire no meu ouvido. Fale com seu coração, com alegria e saberei que você está sendo sincero, está mostrando quem você é de verdade. Nós talvez não tenhamos o amanhã, e a vida é tão, tão curta.
Então venha aqui sentar comigo agora e vamos compartilhar este momento precioso juntos.
Com amor, 
seu cão”

Fonte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *