Ai, ri muito desta fotinho fofa!
Quem me viu, quem me vê.
Cheguei no Canada oficialmente, para morar com o Bryan, em janeiro de 2004 e gente, eu não sabia cozinhar um vovo….fritar então, coisa de outro mundo. Eu nunca tinha fritado um ovo, nunca tinha feito um arroz, nunca tinha feito um bolo. Minha mãe pode testemunhar que eu perguntei para ela por telefone “Que cor é farinha de trigo?”
hahahaha
Lembro como se fosse hoje que quando cheguei no Canadá meu marido cozinhava as comidas mais gostosas do mundo para mim, pois sorte minha – ele é um cozinheiro de mão cheia. Pena que perdi as fotos antigas dos pratos que ele me fazia, eu deveria ter revelado para mostrar para ele hoje em dia. 
Devagarinho, quem sabe em poucas semanas, comecei a me arriscar na cozinha e embora tenha feito muitas comilanças que não tenham dado certo – como um bolo formigueiro que explodiu no forno me traumatizando para sempre – eu aprendi direitinho. Fazia os básicos e não passava fome. Meu marido por sua vez foi aproveitando que eu já sabia cozinhar, parou de cozinhar, snif, agora só em ocasiões especiais, em jantares para muita gente aqui em casa, ou quando eu estou cansada e peço para ele cozinhar.
Vou confessar para vocês, eu amo a minha comida! E sei que a minha família passa muito bem!
Que eu sirva de exemplo para todas meninas que não sabem cozinhar NADA e pensam que nunca aprenderão. Gente, se eu não sabia cozinhar um ovo e hoje faço mil maravilhas culinárias, você também pode!
Basta querer e ter paciência para errar e ir acertando.
Algumas dicas:
  • Aprenda a fazer o básico
Aprenda a fazer o básico como arroz, uma massa simples, receitas diferentes com batata. Aprenda a fazer uma boa carne moóda bem temperadinha, um franguinho ensopado…..sabendo o básico você já vai longe.
  • Arrisque novas receitas
 Eu amo fazer novas receitas e eu vejo que meu marido AMA quando eu faço umas comidinhas diferentes. Eu não tenho medo de receita nova, vou fundo, mesmo quando é para o jantar e eu tenho pouco tempo.

 E dica para quem tem filhos pequenos, se você só cozinhar o be-a-bá, sempre a mesma coisa, seu filho só comerá aquilo e será uma criança chatinha para comer. Se você variar o cardápio e “desafiar” a criança a comer pratos diferentes, ela não terá medo de comida, sabores, texturas e cores diferentes.
  • Compre livros de receitas (fáceis, para começar)
Na era de Google e Pinterest, várias receitas que você vê não foram testadas ou tem as medidas erradas, daí você investe seu tempo em cozinhar e a receita dá errado. Se você começar seguindo a risca as receitas fáceis de um livro de culinária, dificilmente dará errado.
Eu tenho uma boa coleção de livros de culinária que venho colecionando nestes 11 anos de vida de casada.
  • Compre revistas de culinária
 Aqui no Canadá existem muitas revistas de culinária, com receitas bem legais para as épocas do ano, para eventos especiais (Natal, Páscoa), com receitas light, sem gluten, para diabeticos, enfim, mil e uma revistas. Eu adoro e seguido compro revistas de culinária. Na maior parte das vezes são receitas de revista que eu faço aqui em casa, deixando os livros para ocasiões especiais ou

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *