O Natal de 2009, quando Bella nasceu!
Todos os Natais desde então tem sido maravilhosos, assim como os Natais que vivi no Brasil, quando criança com todos os primos, mas o de 2009 foi especial. Foi o Natal onde cada dia foi muito comemorado, foi o Natal em que mais tivemos esperança.
Bella não pode passar o Natal em casa, e na verdade o nosso Natal foi passado o dia inteiro ao lado dela na UTI, mas passamos junto dos nossos amigos médicos e enfermeiras, comendo biscoitinhos natalinos que outros pais deixavam na recepção da UTI, também passamos correndo atrás do carrinho da lavanderia da UTI para escolher as cobertinhas e roupinhas natalinas mais lindas. Era meu passatempo favorito, dava 3 horas da tarde e minhas antenas de mãe prematura já começavam a procurar a senhora da lavanderia. Como já era da “casa”, já estava autorizada a abrir os armários da UTI para escolher as coisinhas mais fofas para Bellinha.
A UTI Neonatal é muito escura e silenciosa no Natal. Muitos times médicos de folga (com times novos cobrindo o trabalho), poucos pais dentro da UTI (talvez tivessem mais filhos?), então nosso passatempo era dar colinho para Bella o dia inteiro, ler livro, ouvir música, correr atrás da lavanderia, comer biscoito e repetir tudo de novo.
Boas lembranças. Melhores ainda pois a esta altura Bellinha já era um bebê saudável que só estava esperando algumas coisinhas melhorarem para ir para casa, o que aconteceu um mês depois mais ou menos. Nesta época nossa maior preocupação era apenas nos “chatear” pois ninguém nos dizia quando seria a alta, mas em termos médicos não tinhamos preocupações nenhuma neste Natal.
E esta meia especial da “TinkerBella” é a que penduramos na nossa árvore desde então.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *