Fonte
Por mais que eu ame a época seca do ano: a primavera e o verão, por mais que eu ame a praia, o mar, andar de Havaianas e short, por mais que sempre reclame que o verão passa rápido demais, quando o outono chega e consigo internalizar que a época fria e chuvosa do ano vai começar em breve, eu começo a gostar desta temporada fria do ano.
Frio e chuva = Sofá + filmes + livros
Chego em casa, acendo as luzinhas da árvore de Natal, acendo minha vela cheirosa, boto o pijama e depois de minha filha deitar para dormir, eu e marido sentamos para ver um filme, seriado ou para ler um livro (no meu caso, já que sou leitora mais voraz que ele).
Sim, tenho este defeito, não sei ficar dentro de casa sem estar de pijama, mas tudo bem, agora uso pijamas que mais parecem com roupa mesmo. É eu colocar as pantufas que tudo lá fora fica lindo, até as temperaturas perto de zero e a chuva torrencial típica de Vancouver.
Não tenho tanto tempo assim para dar conta de todos os seriados que gostamos + todos os filmes que eu gostaria de ver e tampouco a lista de livros que quero ler, mas aqui vai o que anda rolando por aqui:

  • No Cinema

Vimos e AMAMOS o Interestellar.
3 horas!
Mega complexo
Fisica quantica, teorias de Stephen Hawkins e tudo mais, mas um filme muito bom, muito bem feito, uma ficção científica que não é chata, nem em 3 horas de duração.

Já Lucy é bem interessante, meio viajante, mas interessante.

  •  Livros
O da esquerda estou lendo, o do meio acabei de ler e o da direita comecei a ler e estou quase acabando, mas como não é um romance, pode ser lido a conta gotas.
Between Sister é bem no estilo da autora, romancezão gostoso de ler, bem escrito e com historias bem veridicas. Impossível não gostar dela, é a mesma autora de O Jardim de Inverno.
The Memory Child entrará para a minha história como o primeiro livro que li em 24 horas.
Gentem, mãe que trabalha fora e tem filho e não tem faxineira, nem cozinheira e nem motorista, sou um prodígio viu? kkkk. A história é muito boa, suspense tenso, você senta e não consegue mais largar!
The Conscious Parent é um livro muito lindo, daqueles para se ler com calma, sem pressa e ir digerindo seus ensinamentos. É um livros para pais lerem, avós lerem, enfim, qualquer um que esteja criando, direta ou indiretamente uma criança. Em tempos de rotina maluca, correria, pouco tempo para tudo, é uma leitura muito oportuna.

  • Música

Apaixonada por estes cds nota 1000.
Vale lembrar, obviamente, que é o estilo que eu gosto, e gosto é gosto, né?
Mas para quem curte uma música mais calma, eu recomendo.

Ed Sheeran e Damien Rice

Lorde e Sia

Ando tão por fora das músicas boas brasileiras. Meu irmão anda definitivamente ocupado demais, nem me dá mais dicas quentes de novos cantores para eu ouvir. Pronto, reclamei, pois há grandes chances dele vir aqui me criticar dizendo “cadê a música brasileira”. Então já vou culpando ele de antemão….há há há

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *