Hoje é o Dia Mundial da Prematuridade, um dia a ser celebrado por todos nós pais prematuros. Um dia para se refletir sobre o que a prematuridade significa e como ela afeta a vida não só do bebê que nasceu antes do tempo, mas também a sua familia para o resto da vida. 
Depois de 6 meses de gravidez tranquila, sem nenhum problema, preocupação ou suspeitas, nossa filha nasceu de 25 semanas de gestação, pesando 810 gramas e medindo 30 centimetros. Não sabiamos nada sobre prematuros, UTI Neonatal e todas as dificuldades médicas que um bebê tão pequeno tem que enfrentar para viver. A luta pela vida é sem dúvida o fator mais chocante desta nova realidade para pais prematuros, você vive as angústias desta luta diariamente, as vezes diversas vezes por dia. As vezes me pergunto se sequer vale a pena tentar explicar para leigos o que significa ter um filho na UTI Neonatal, é dificil vencer este estigma que prematuridade significa apenas ganhar peso, este é um pré-conceito dificil de combater, pois até você viver esta realidade de perto, com você, com seu filho, você jamais terá idéia.
A criança prematura luta diariamente pela sua vida, em momentos tão simples como apenas respirar. O bebê não consegue respirar sozinho, precisa de oxigênio: se as canulas de ar não são suficientes, há o CPAP, se este não é o suficiente, há o respirador, se este não é suficiente, há o oscilador e se nem este consegue, há o temido ECMO. E depois….só Deus. 
A medicina é milagrosa atualmente, ela pega um pequeno feto de poucas semanas e o impulsiona com toda sua tecnologia, torcendo para que tudo o que a ciência já conquistou até hoje, seja suficiente para substituir o útero da mãe. As vezes é, as vezes não. Quantas estrelas brilham no céu com anjos prematuros que não tiveram a oportunidade de sobreviver? Para tantos sequer a ciência foi suficiente, e é aí que entra a conscientização para a Prematuridade.
Nossa filha passou por obstáculos que se fosse listar em uma folha, apenas uma não seria suficiente. Doenças, vírus, bactérias, fungos, números, siglas que jamais escutei na vida, e de uma hora para outra faziam parte do meu dia a dia, da vida desta mãe que era tão inocente até ali. Não me canso de dizer que a mulher que gestava o bebê antes do parto prematuro, morre no momento em que dá a luz. Naquele instante nasce uma outra pessoa, seu filho, mas também a nova você, mais realista, menos inocente. E neste ponto, não há injustiça maior na vida. Fico com pena de mim e de todas as mães que entendem perfeitamente o que quero dizer.
O bebê que antes era feto passou a ser uma criança
A mãe muda
O pai muda
A vida que você levava muda
As suas prioridades mudam
A maneira como você entendia a vida muda
Tudo o que minha filha passou fez dela uma heroína. Jamais existirá no mundo pessoa que eu mais admire do que ela: sua força, sua garra, sua imensa vontade de viver. O bebê prematuro se agarra a vida como ninguem mais no mundo. Ele usa suas pequenas mãozinhas e segura a sua, a dos médicos, com força, como que implorando para que o ajudem a se salvar, a viver, a ter a oportunidade única de viver esta vida que tantas vezes nem damos tanto valor assim.
Se você já teve a oportunidade de ter uma mãozinha prematura segurando a sua, a sua vida foi realmente tocada por um anjo.
Sinto uma compaixão imensa por familias que viveram o que nós vivemos, sinto um orgulho muito grande da nossa história, das cicatrizes fisicas e emocionais que guardamos no nosso corpo, no nosso coração.
Que o dia de hoje sirva como uma luz que ilumina a ciência, trabalhando cada dia mais para salvar nossos pequenos heróis –  que guardem suas vidas, mas que também os ajudem a sobreviver sem sequelas. Que sirva para acalentar os corações de mães e pais que estão dentro da UTI hoje, cuidando e orando por seus filhos. Que dê forças para médicos e enfermeiras, que trabalham incansáveis….de pé… 12 horas por dia salvando nossos bebês.
Compartilhe tudo o que você puder sobre a prematuridade, pois se você nunca passou por ela, talvez alguem que você conheça tenha vivido ou esteja vivendo esta dura realidade.
E para a maior heroina da minha vida, todo o meu amor e admiração, por ser esta criança tão “Bella” e com tanta vontade de viver.

2 Comments on Dia Mundial Da Prematuridade

  1. Raquel Franceschini
    17/11/2014 at 6:46 pm (3 years ago)

    Rita,
    Seus posts sobre prematuridade são sempre tão cheios de vida e de luta, impossivel não se emocionar com cada um deles. Confesso que fiquei esperando o de hj, sabendo q seria especial pela data e pelo que esse dia representa! Vcs são uma familia guerreira e muito vencedora!!
    Infelizmente muitos lutam até o fim e veem seus pequenos indo embora cedo demais… Espero nunca sentir pessoalmente isso!
    Beijos roxos (ou lilases) pra vcs e um especial pra ex prematurinha mais linda que já vi!!

    Reply
  2. Micha Descontrolada
    17/11/2014 at 10:30 pm (3 years ago)

    Que foto linda!!! é sua filha em cima?
    Q texto lindo! amei!
    Uma grande amiga teve uma gravide de risco e o bebê nasceu prematuro. Dois meses de luta, e quem o vê hj, tão lindo, esperto, sorridente e gordinho não imagina o q ele passou e lutou.
    Realmente, que a medicina avance cada vez mais para que possa salvar muitos mais vidas.

    Sua filha tá linda, uma mocinha.

    Beijossssssss
    ┌──»ʍi૮ђα ツ

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *