Post que havia escrito para a comemoração do Canadá mas acabei não publicando.

O Canadá tem várias coisas boas, assim como algumas ruins, como qualquer país, mas vou listar as coisas que mais amo por aqui:

  • A segurança
Claro que depende da cidade que você mora e do bairro que você mora, mas tanto em Calgary quando aqui em North Vancouver são áreas muito seguras para se morar. Você vê muita tranquilidade por onde você passa, não vê grades em portas e janelas, a maioria das casas não tem cerca, ou se tiver, como a minha, o portão é aberto.
Sempre me lembro de agradecer a segurança que tenho hoje quando saio sozinha a noite, seja para ir ao cinema sozinha ou quando levo Bella para jantar a noitinha e caminhamos na rua, no escuro, sem medo de nada.

  • Transporte público 

A minha experiência é apenas em Calgary e Vancouver, vale lembrar. Entre as duas, Vancouver dá um banho em transporte público, tanto é que aqui você não precisa ter carro não, muita pessoas não tem e se viram super bem sem ele. A cidade tem um sistema de trem super eficaz e rápido, ônibus passam no horário exato que falam que vão passar, tanto é que cada parada de ônibus tem um código, onde você pode ligar ou checar online para ver que horas seu ônibus vai passar. Se falam que ele passará as 9:21 da manhã, as 9:20 você avista o ônibus lá na esquina. É batata. Também temos o sistema de seabus, a “barca” que cruza o mar e leva os residentes de West e North Vancouver até downtown.

Seabus – passa a cada 15 a 25 minutos, e leva 12 minutos para atravessar o mar

Trem Expo Line
Temos um carro na nossa família e ele fica comigo durante a semana, portanto meu marido pega o ônibus + seabus para trabalhar. Ele adora, diz que jamais trocaria por voltar a trabalhar de carro, se estressando com o trãnsito. Ele diz que nunca leu tanto na vida quanto agora, que senta confortavelmente no ônibus e seabus e chega no trabalho em meia horinha entre caminhar até a parada, pegar o ônibus, pegar o seabus, atravessar o mar de seabus e entrar na porta do seu trabalho.

  • Diversidade cultural
Fonte
 Acho que você nunca verá uma cidade tão cultural e cosmopolita quanto Vancouver. Talvez NY, mas ainda tenho minhas dúvidas. Em Vancouver as nacionalidades se misturam de verdade: meu vizinho de porta é chinês, tive uma professora do Nepal, tenho outra de Hong Kong, outras duas da República Tcheca. Só na minha rua há no mínimo uns 30 restaurantes de nacionalidades diferentes: vietnamitas, italiano, asiáticos, europes de diferentes países, é uma festa culinária. Você caminha na rua e vê pessoas falando línguas diferentes, usando roupas típicas do seu país, é muito bacana morar em um país onde você não se choca ao ver alguém se vestindo diferente e não nota a cor da sua pele. Você realmente abraça a cultura no Canadá.

  • Oportunidades de re-começar quantas vezes você quiser

Já fui imigrante em Calgary e em Vancouver, portanto sei que re-começar a sua vida é difícil mas é possível. Aqui você tem condições de mudar de idéia quanto a sua carreira, poderá tentar várias profissões até encontrar uma que você realmente goste. Poderá cursar faculdade ou college se quiser, ninguém olhará para você com cara torta se você reiniciar seu sonho de vida aos 40, 50 anos. Isso é muito legal e dá muita esperança no sentido de jamais desistir do seu sonho.
  •  A natureza
Estou fazendo esta lista em ordem de prioridades para mim e os itens acima, no dia a dia, são mais importantes. Mas a natureza canadense é uma coisa de linda, como vocês já viram nas fotos.

  •  Boa educação
Novamente, minha opinião, minha e única, cada província, cada cidade, tem suas particularidades, esta é a opinião de quem escreve este blog. Aqui em Vancouver o ensino público é muito bom, tanto é que conversando com médicos e advogados, me disseram repetidas vezes que eles mesmos estudaram na escola pública e seus filhos irão para a escola pública.
Aqui em Vancouver, no geral, vai para escola particular crianças de famílias de outras paises, quem sabe com a “cultura da escola particular” que trouxeram consigo dos seus paises.
Eu já matriculei a minha filha na escola pública do bairro e estou feliz com a minha escolha. Conversando com uma canadense, que na verdade é educadora infantil há 30 anos e hoje inspeciona escolas e cuida de seus alvarás, ela me disse que ficou feliz com a minha escolha de escola para a Bellinha. Ela disse que no Canadá se vive em comunidade e que as famílias se beneficiam com o convívio em comunidade.
Ela sabia da minha dúvida em colocar a Bella na Imersão Francesa, ou em outra escola que fosse longe de casa, e ela disse que embora entendesse, ela disse que a nossa família terá uma vida escolar muito mais tranquila com a escola do bairro. Conheceremos as famílias que moram no bairro, os pais fazem amizade e se ajudam, dão carona para os filhos dos amigos, todo mundo mora pertinho, todo mundo é classe média, as crianças crescem vendo como os outros vivem…..e todos vivem de maneira igual. Ela disse que vem daí a igualdade social canadense, de sermos todos iguais: temos as mesmas oportunidades, as mesmas oportunidades de emprego, ganhamos $ parecido, nossos filhos crescem da mesma forma, enfim.

  • Vancouver, cidade 100% para cadeirantes

 Uma das coisas que mais me chamou a atenção quando nos mudamos para cá foi ver dezenas de cadeirantes passeando sozinhos pela cidade. Alguns deles acredito que tetraplégicos, pois tinham as pernas e braços presos na cadeira e tinham aquele dispotivo na boca para direcionar a cadeira de rodas super moderna. Absolutamente TODAS as calçadas da cidade tem o “baixo relevo” para acessibilidade, todos os ônibus são especiais e baixam para acomodar a cadeira de rodas. Os motoristas de ônibus são educados, cortezes com os cadeirantes, descem, ajudam a subir a cadeira, ajudam a prende-la dentro do ônibus. Jamais são rudes ou apressados.
A cidade permite que pessoas com necessidades especiais possam viver de maneira independente, sejam elas como forem. As sinaleiras (sinal) tocam um apito diferente para pessoas com deficiência visual, para ela saber que o sinal abriu ou fechou. Vê-se muitas pessoas com síndrome de down passeando sem problema, indo para a escola ou trabalho, é muito bacana saber que moro em uma cidade onde somos TODOS iguais.

  •  Cidades bem cuidadas

As calçadas são muito bem cuidadas,  as plantas são aparadas, flores são plantadas ( e nunca arrancadas), as ruas são limpas na maioria dos bairros…..tendo Calgary o prêmio de uma das cidades mais limpas do MUNDO.

4 Comments on 10 anos de Canadá: O que mais gosto

  1. Guilherme Drusina
    01/02/2014 at 6:33 pm (4 years ago)

    Bom ler um texto elogiando a parte boa do Canadá de forma sincera, sem parecer que está puxando saco. Gostei!.
    Queria ver também um sobre o que não é legal por aí. =)

    Reply
  2. Larissa ViviTodoDia
    01/02/2014 at 8:36 pm (4 years ago)

    Rita o Canadá é mesmo maravilhoso. Uma coisa que eu acho interessante, como te falei, é a oportunidade que vcs têm de terem casas com espaço legal e todas as maravilhas do mundo desenvolvido. Aqui nós tb temos essas maravilhas, mas as casas são tiny tiny tiny.Beijos =*

    Reply
  3. Anonymous
    02/02/2014 at 7:34 am (4 years ago)

    Otimo texto! Adorei a serie 10 anos de Canada!!

    Rosi Fogaça

    Reply
  4. Lia Gloria
    05/02/2014 at 2:06 am (4 years ago)

    Pra mim, que moro no extremo norte do Brasil, e que convivo com um povo rude, ainda; isso tudo é um sonho.
    Interessante tua postagem, muito!

    bjs

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *