Segui a dica da blogueira Alê Garattoni e estou lendo o livro Modern Manners, da Dorothea Johnson e sua neta, a atriz Liv Tyler,  filha do rockeiro Steve Tyler.
Comprei no Ipad e já estou lendo e amando.
O livro é, na verdade, um manual de etiqueta – boas maneiras, coisa tão esquecida atualmente. Lógico que os costumes mudaram e o que era adequado décadas atrás já não é mais visto da mesma forma, mas é importante sim saber se portar, principalmente profissionalmente.
Hoje eu preciso me portar profissionalmente de uma maneira completamente diferente do que eu me comportava antes, quando não tinha a escola e as responsabilidades que tenho hoje. É um constante aprendizado e, principalmente, exercício em perceber como eu me porto perante meus clientes. Esta semana tive uma reunião com 4 executivos. Tipo assim….eu, sozinha, apresentando o trabalho da minha escola perante 4 executivos. Não é fácil, pois estou aprendendo a ser empresária, até abril deste ano eu era professora dos pequenininhos, uma profissão bem despojada, posso dizer para vocês, mas de uma hora para outra são inúmeras reuniões e responsabilidades totalmente diferentes das que eu tinha antes.
A Rita despojada, brincalhona, que brinca no chão com seus alunos e que tem capinha de celular de Hello Kitty, segue fazendo tudo isso, mas com um outro lado tendo que ser aprendido. E este aprendizado é feito no dia a dia, acertando e errando, devagarinho me dando conta de como devo me portar em diversos momentos da minha vida profissional.
Em apenas uma noite lendo algumas páginas, o livro já teve um grande impacto em mim, me peguei percebendo durante o dia como eu vinha me portanto errado e como com um piscar de olhos, eu consigo mudar a minha postura e meus gestos e me comportar como uma quase perfeita lady!

O interessante é que o livro aborda diversos ambientes, como no mercado de trabalho, em situações informais como jantares, visitas na sua casa e casa de amigos, e por aí vai.
Aqui uma listinha curta dos DO’S e DONT’S do livro:
Lista de Do’s (faça) – Tudo simples e o mínimo da cortesia e educação, mas que as vezes não fazemos:

  • Mantenha contato visual quando cumprimentar alguém
  • Atenda uma ligação profissional com confiança e um sorriso (o sorriso pode ser sentido do outro lado da linha)
  • Retorne ligações o quanto antes, não deixe seus clientes esperando seu retorno
  • Verifique a gramática e erros em emails e mensagens antes de mandá-las, nada pior do que enviar erros ou mensagens trocadas para pessoas erradas
  • Seja sempre pontual!
  •  Quando tiver uma reunião, seja ela de trabalho, estudo ou qualquer
    encontro que seja, descubra mais sobre a pessoa com quem se encontrará,
    seu ramo de trabalho, e mostre interesse por este assunto quando
    encontrá-la. Você gostaria que fizessem o mesmo com você.
  • Vista-se apropriadamente, de acordo com seu ramo de trabalho.
  • Sempre dê bom dia e se despeça dos seus colegas de trabalho, não chegue e saia sem demonstrar educação aos que já estão naquele ambiente
Tudo muito simples, mas estes pequenos gestos fazem diferença no seu dia a dia e na maneira como seus clientes, amigos, conhecidos e familiares julgarão o seu comportamento, se educado ou não.
Lista de Dont’s (não faça):
  • Não tenha uma conversa profissional com as mãos no bolso (sinal de insegurança)
  • Não mande mensagens ou tweets em um evento profissional
  • Não fale em público, do seu celular, sobre questões pessoais como problemas no trabalho, problemas financeiros ou de saúde (esta é boa, ninguém precisa ser obrigado a ouvir o drama do outro)

Enfim, alguns pequenos exemplos de educação e boas maneiras que às vezes esquecemos.

Achei bem interessante como as autoras dizem que educação e boas maneiras vem de berço, ou melhor, da primeira infância, e que deve-se ensinar nossos filhos a como se portar na presença de outras pessoas. Uma dica bacana é como ensinar seu filho a parar o que está fazendo e dar olá para alguém que chega na sua casa ou sala de aula. Não ignorar o fato de alguém ter entrado, mas se mostrar interessado e cumprimentá-la. Quantas vezes vemos crianças e adultos simplesmente fingirem que não vêem ninguém a sua volta?
Dorothea é uma expert no assunto e tem até um livro sobre etiqueta para crianças, ensinando-as a se portarem desde pequenininhas. Não estamos falando de usar talheres e estas bobagens, mas sim de crescer educadas, sabendo se portar em ambientes diferentes, com pessoas conhecidas ou não, em situações informais e formais. Acho importante tentar ensinar isso para a minha filha, pois depois de adulto é mais difícil ter isso enraízado em você.

2 Comments on Boas maneiras para todos

  1. Ana de Geo
    10/12/2013 at 4:04 pm (4 years ago)

    Muito bom. São pequenas coisas, mas que ajudam muito mesmo. É como você disse, nem sempre percebemos o que estamos tão acostumados a usar como certo. Obrigada por compartilhar. Será que já tem em Português?

    Reply
  2. Sandra Nogueira
    12/12/2013 at 10:31 pm (4 years ago)

    Pequenos gestos podem mesmo fazer diferença e a cada mudança nos pais os filhos tendem a seguir o exemplo…lá em casa sempre cumprimentamos a pessoa que trabalha conosco com um bom dia e quando ela vai embora agradecemos por sua atenção, trabalho e dedicação. A Helena repete os gestos falando todo dia "Bom dia Vânia!" e dando um beijinho, assim vale a pena aprender sempre para darmos os melhores exemplos…torcendo para ser publicado logo em português…bjin

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *