Sou acelerada.
Sou estressada.
Sou pessimista.
Pronto, falei.
Vixi, viu?

E fazer o quê sobre isso?

Estava lendo um artigo ótimo na também ótima revista canadense Today’s Parent sobre meditação para mães e também sobre a introdução da meditação para crianças.
Lembram do livro e filme Comer, Rezar e Amar, em que Elizabeth pratica a meditação sentada? Pois é, eu não me imagino fazendo isso e sinceramente, não sei em que horas do dia encaixaria uma meditação assim mais formal, mas aparentemente existem outras formas de meditação.

Aqui as mais tradicionais:

  • A “stillness” em que você pratica sentada no chão
  • A meditação “guiada” em que você medita ouvindo um cd
  • A meditação  “mantra” em que você repete sons e dizeres
  • A meditação “relaxante”, em que você mentaliza seu corpo relaxando parte por parte
Quando trabalhei em um escritório grande de contabilidade em Calgary por 4 anos, todo mês de abril era um caos. Em função do imposto de renda, trabalhávamos hora extra todo dia e sábado e domingo. Deus me livre né? A empresa, porém, era muito bacana e proporcionava uma série de atividades e mimos para seus funcionários, como frutas a vontade, chocolates, pizza de almoço, massagista ia nos visitar para 30 minutos de massagem, mas o que mais me chamou a atenção na época, e nunca mais esqueci, foi um cd que eles nos deram para meditar.

Ainda tenho este cd, ele é muito legal: 18 minutos em que uma vez super calma e zen vai falando com você e dizendo para você mentalizar cada parte do seu corpo enquanto está sentada em uma cadeira. Ao final dos 18 minutos você sai literalmente flutuando para a Índia.
O tempo passou e nunca mais ouvi aquele cd, mas lendo este artigo da revista de maio me dei conta de que seria super benéfico para mim encontrar 18 minutos que sejam para simplesmente relaxar, não fazer NADA. A minha vida é muito corrida, eu acordo muito cedo, as 7 horas já estou na escola e só chego em casa as 5 passada, corro o dia inteiro, pego trânsito, faço janta, faxino, trabalho de casa a noite, meu Deus, só de digitar já cansei, e quando me pergunto em que momento eu realmente descanso, eu não sei dizer:
Olhar televisão é descansar de fato?
Será que apenas dormir é o bastante para descansar a mente?
Será que este monte de exposição a eletrônicos o dia inteiro permitem que nós realmente descansemos mesmo nos nossos momentos mais quietos?

Eu acredito que não.

Kim Foster, médica de Victoria, no Canadá, além de médica é mãe, e diz que nós mães sofremos da síndrome de não cuidar de nós mesmas. Cuidamos do marido, do filho e até do papagaio melhor do que cuidamos de nós mesmas. É ou não é? Ela diz que meditar por alguns minutos faz com que você se conecte verdadeiramente com o presente, e deixe de lado o stress das tarefas que você ainda precisa cumprir como mãe e mulher que trabalha fora.
Já Alysson Pancer, assistente social clínica, diz que o ato de meditar, de respirar e se enxergar no presente, permite que você mãe enxergue aquele piti, aquela mal criação, pelo que ela realmente é…somente um piti e uma mal criação, não permitindo que você exagere na sua reação e comece a se julgar no papel de mãe.

Serviu o chapéu?

Mas como começar?
Pesquisas mostram que míseros 5 ou 10 minutos de meditação são suficientes para descansar a sua mente.
Alguma Idéia de como iniciar a meditação “moderna” na sua vida? Digo moderna pois para mim sentar de perna de índio e meditar parece tão chato, acho que não conseguiria, mas estas abaixo me chamaram a atenção e vou tentar:

  • Saia para caminhar sozinha

Não com o intuito de suar e se exercitar, mas uma caminhada consciente…..meditando, respirando. Não pensando nos problemas, simplesmente andando.

  • Ouça um cd de meditação no carro quando estiver sozinha
Quantas de nós ficamos paradas no trânsito nos estressando entre levar o filho na escola ou ir ao supermercado? Ótimo momento para usarmos para uma breve meditação:
Me animei tanto com esta idéia que criei uma playlista no meu RDIO (website de música) chamada Meditação. Quem tiver interesse vai na minha página ouvir! Músicas relaxantes com sons da natureza….ahhhh….tô até sentindo o barulhinho do riacho ao fundo…hahaha.
 “Se toda criança de 8 anos no mundo fosse ensinada meditação, nós eliminaríamos a violência no mundo em uma geração.”

E os benefícios para as criaças?
Será que conseguiríamos fazer nossos pequenos meditarem?

Segundo dicas da revista você pode sim:

  • Coloque um cd de sons relaxantes para tocar e deite de barriga para cima com seu filho

O ensine a colocar as mãozinhas na barriga e a sentir a respiração indo e vindo ao som da música

  • Use a rotina antes de dormir para meditar
Também utilizando a música de meditação. Prepare seu filho para dormir, faça toda a rotina normal da noite e quando ele já estiver coberto e pronto para dormir, coloque a música e peça para que ele faça a dica acima, deitar de barriga para cima com as mãozinhas na barriga.
Qual o benefício da meditação em crianças?
Com o aumento dos índices de depressão e ansiedade em crianças e adolescentes, a meditação beneficia as crianças ensinando-as a saber lidar com os problemas e a controlar o nível de estress na vida tão corrida que elas tem hoje em dia.
Bacana, não?
Vou tentar colocar em prática aqui em casa para ver se eu desacelero um pouco e pratico esta meditção com a Bellinha também.

    3 Comments on Meditação para mães e filhos

    1. Gustavo Correa
      18/07/2013 at 8:04 pm (4 years ago)

      Cd de meditação no carro? Estava pronto para te mandar um só com as clássicas.

      Reply
    2. Juliana Tolotti
      19/07/2013 at 1:54 pm (4 years ago)

      Rita! Adorei esse post! Sério, demais! Me identifiquei muito, isso que não tenho filho e não acordo tãoooo cedo como tu!

      Vou aproveitar que o meu marido tem o Rdio, e vou ouvir tuas músicas de meditação. Mas eu vou entender meu tapetinho, sentar no chão curtir…

      E adivinha quem vai me acompanhar? Ele, mesmo! Aquele que está preparando um CD para ti só com as clássicas!

      Beijos

      Reply

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *

    Comment *