Imagem Google

Quem trabalha com crianças sabe, desde pequenininhas elas começam a desenvolver a sua personalidade e já em torno de 2 anos de idade podemos observar se uma criança tem personalidade de líder ou de seguidor.

Vejam bem, ser líder ou seguidor na primeira infância não tem nada a ver com a personalidade dela no futuro, é apenas um traço de personalidade que os pais devem saber identificar para poder guiar o filho de forma positiva.

Quem é o líder?

  • Crianças extrovertidas tem mais tendência a serem líderes.
  • Crianças que fazem amizade com facilidade.
  • Crianças que tem facilidade em brincar com meninos e com meninas, e não somente com o mesmo sexo.
  • Crianças com poucos medos.
  • Crianças que fazem muitas perguntas.
  • Crianças que não choram com frequência

 Um exemplo: Minha filha!

Eu e Bryan temos
personalidade mais seguidora do que líder, e mesmo assim Bella é o
extremo oposto, é uma criança líder desde que nasceu. Eu culpo (ou
justifico) grande parte da personalidade da Bella pelo fato dela ter
nascido tão prematura. Ninguém me tira da cabeça que tudo o que ela passou
quando nasceu ajudou a moldar a sua personalidade hoje. A minha filha é
uma pessoa extremamente forte, que não chora com frequência e que é
muito forte com relação a dor, a ouvir um não ou a colocar sua cabeça
numa meta e segui-la até o final. Se ela quiser brincar de tal coisa ela moverá mundos e fundos até conseguir (haja insistência viu?).
Não sei se há estudos
sobre isso, acredito que sim, mas eu conheço vários casos de prematuros
que tem personalidade parecida com a da Bella, com os mesmos traços de
personalidade forte para uma criança tão pequena.
Mas voltando…
Ser líder ou ser seguidor não tem nada a ver com ser bom ou ser ruim na primeira infância, aqui vai o contra:

Por que ser  líder pode ser negativo?

Os pais de crianças com personalidade forte de líder tem que ter muito cuidado para guiar o seu filho de uma forma gentil e equilibrada, pois os líderes tendem a dizer certas coisas que os seguidores repetirão depois.
Em uma sala de aula por exemplo, as gracinhas e piadinhas sempre saem da boca do líder, e os seguidores vão rir e repetir, mesmo se a mensagem não tenha sido bacana. Se você trazer isso para o mundo atual, o bullying vem do líder, dificilmente de uma personalidade seguidora.
Eu sempre tenho o cuidado de dizer para a minha filha:
” Não faça isso, pois você sabe que os seus amiguinhos vão copiar e depois vocês todos terão um problema e terão que lidar com ele.”

Quem é o seguidor?

  • Geralmente uma criança mais tímida.
  •  Crianças mais quietinhas que não falam tanto, nem mesmo em casa, preferem ouvir a falar.
  • Crianças que precisam de ajuda para iniciar tarefas, ou seja, não desenvolveram ainda iniciativa.
  •  Crianças que seguidamente dizem expressões como: “Eu não posso.”, “Eu não consigo” ou “Você faz para mim.”
  • Crianças que sempre precisam de um adulto ou de outra criança para brincarem, não costumam brincar sozinha.
Eu já vi casos de crianças seguidoras que depois de alguns meses passaram a ser líderes, e acredito que isso se deva ao desenvolvimento da auto-estima. Por isso eu acho tão importante que os pais incentivem os filhos a fazerem as coisas e os elogiem quando eles de fato a fazem, para que haja um reconhecimento do esforço da criança. Criança alguma sairá da sua “bolha” se não tiver o incentivo e a torcida dos pais.

Por que ser  seguidor pode ser negativo?

Uma criança que segue o que os amiguinhos fazem é uma criança que não desenvolveu ainda aquele filtro para saber o que é certo e o que é errado, ela vê o comportamento e simplesmente o repete. Este tipo de personalidade é bastante vista em crianças de 2 a 75 anos e neste caso é importante que os pais, e principalmente as professoras, digam quando vêem a criança imitando o líder:
“Pense no que o seu amiguinho está fazendo, você acha isso certo?”
Na maioria das vezes a criança imita no “piloto automático”, nem se dá conta de pensar se o que ela está fazendo é certo ou não, por isso é importante lembrá-la de pensar antes de imitar, para que ela não se meta em encrenca quando a arte nem veio dela.

Nós pais queremos o melhor para os nossos filhos e ser líder é sim um adjetivo almejado por todos nós adultos, mas ser líder ou ser um seguidor na primeira infância não diz absolutamente nada no que diz respeito ao valor de uma criança. Este tipo de “label”, como chamamos em inglês, é uma mera ferramenta para nós pais observarmos os traços de personalidade dos nossos filhos e sabermos direcioná-los de maneira apropriada.

E aí, meninas?
Vocês conseguem identificar a personalidade dos seus filhos?
Como vocês reagem quando eles são mandões demais ou copiam demais o que os amiguinhos fazem?

5 Comments on O líder e o seguidor

  1. Mamãe Nádia
    21/03/2013 at 12:07 pm (4 years ago)

    Muito bom o post. Como professora a primeira coisa que faço ao entrar em uma sala de aula é identificar quem são os líderes daquela turma. É facinho de identificar. E então eu preciso conquistar primeiro esses, preciso ter a confiança deles, e preciso reverter a liderança deles para algo bom, mantê-los sempre ocupados. Geralmente os líderes da turma são os mais bagunceiros, gostam de chamar atenção. Mas se soubermos usá-los da forma correta, eles poderão se tornar (rapidinho) os melhores alunos, e acabam influenciando a turma inteira para o bem. É incrível quando você vê um líder focando suas forças nos estudos e para o lado bom. É muito gratificante. Ainda mais quando antes eram rotulados pelos outros professores como os "piores"da sala. Quando se trata te criança, em pouco tempo elas podem mudar e melhorar suas atitudes.

    Reply
  2. Gustavo Correa
    21/03/2013 at 1:31 pm (4 years ago)

    gostei da reflexão… realmente a liderança nesta idade pode ser negativa, imagino que o lider nesta idade tambem pode acabar tendo dificuldade de ouvir, dividir, etc. com o tempo a criança vai aprendendo a dosar tudo isso.

    Reply
  3. Jô Turquezza
    21/03/2013 at 1:58 pm (4 years ago)

    Muito interessante este assunto. Percebo também o comportamento de várias crianças e noto a diferença.
    Temos que procurar levá-las sempre para o bem. Introvertida ou não.
    Beijos.

    Reply
  4. Carolina Vicente
    22/03/2013 at 12:57 pm (4 years ago)

    Minha filha é lider…genteeee,é ela mtooooooo mto mesmo… tem a personalidade mto forte…é as vezes isso é um problema né…ela com 1 ano 2 3 meses ja sabe tudoo o q que quer…e se da bem com qqr criança…abraça e vai com todo mundo…e nos grupinhos de amigas e amigos ela q manda kkkkkkkkkkkkkkkk…nao queria que fosse 100% assim,mas é fato…vou contornando isso aos poucos! Beijos adorei a matéria amore…

    Reply
  5. Lu Navarro
    24/03/2013 at 3:28 am (4 years ago)

    lider….lider!!! Minha filha tem personalidade forte…e dificil lidar em varias situacoes mas tbm acho q elogios insentivo a coisas boas sempre vao render bons frutos….amei seu blog.amanha te sigo.do celular nao consigo 🙁

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *