É difícil ser mãe, viu?
Mais difícil ainda é ser mãe que trabalha!
Gente, o que é isso? Quem mesmo falou que dá para dar conta de tudo?
Ontem tive um dia D-A-Q-U-E-L-E-S, cheguei em casa e disse para o marido: “I’m overwhelmed!” (uma mistura de esgotada com estressada, ou seja, à beira de um ataque de nervos).
Estamos na fase final da compra/transição da escola, uma loucura para finalizar tudo até o último dia de março. Levantei sabendo que o dia seria agitado com 3 inspeções para ganharmos 3 dos 4 alvarás que precisamos. Eu estava mentalmente preparada para isso e até que sobrevivi bem, mas quando uma surpresa apareceu e eu tive que chamar 2 eletricistas de urgência ontem a tarde, daí eu surtei!
Olhando agora em retrospecto eu não precisaria ter me estressado, mas eu sou assim, fazer o quê? E para completar o dia, cheguei em casa e a cozinha estava uma bagunça desde de manhã cedo. Vejam bem, é tarefa do marido organizar a cozinhar antes dele sair para o trabalho, pois ele sai de casa 1 hora e meia depois da Bella e eu, mas ele também estava sobrecarregado com um projeto free lancer que tinha que acabar.
Dia estressante + cozinha para limpar + janta para fazer = Rita altamente descontrolada.
hahaha, pobre do meu marido,viu?
Mas a questão aqui é a carga de trabalho que nós mães temos. Eu conto com a ajuda enorme do meu marido em casa e com a Bella. Ele chega em casa, jantamos e ele brinca com a Bella, dá banho todo santo dia, lê livrinhos e bota ela para dormir. Isso sem contar que arruma a cozinha de manhã, faz todos os afazeres chatos da casa (arrumar o que precisa de conserto) e ainda trabalha em projetos free lancer a noite.
Gente do céu, podem nos chamar de tudo, menos de um casal preguiçoso. Trabalhamos demais os dois , nosso dia começa antes das 6 da manhã e geralmente acaba com os dois ainda trabalhando nos seus laptops na cama. Sorte nossa que Bellinha ainda dorme a soneca da tarde e dorme cedo a noite, pois quando ela está acordada nós damos toda a atenção para ela, mas quando ela dorme nós mandamos ver no trabalho e quando sobra tempo vemos seriados e afins.
Mas a maioria das famílias atuais é assim, este é o novo “normal”. Hoje de manhã conversando com uma mãe de uma aluna, uma mulher super bem sucedida na sua profissão, que tem um cargo alto em uma embaixada de Vancouver, ela me disse “Putz, esqueci o cobertor da minha filha!!! E agora?” com cara de pânico , e eu respondi ” E eu que esqueci a lancheira da Bella semana passada? Tô contigo!”.
Amei a resposta que ela deu, é bom demais conversar com mães otimistas assim:
“Rita, nós somos QUASE perfeitas. Quer dizer, somos perfeitas em tudo, mas quando a memória falha, daí somos apenas quase perfeitas.”
Verdade ou não?
Quando uma mãe tem que trabalhar fora e ainda tem que dar conta de absolutamente todos os trabalhos domésticos da casa e ainda cuidar bem e dar atenção a atenção que os filhos merecem, peralá, somos perfeitas sim!
O nosso cérebro só dá conta até ali do nosso ritmo frenético de trabalho, quando ele chega no seu limite, os neurônios começam a piscar e daí só uma coisa salva, meninas!

Ontem mergulhei legal em uma panelinha de brigadeiro de colher e disse para o meu marido:

“Hoje só um brigadeiro me fará feliz.”

4 Comments on Mãe perfeita? Hum….quase!

  1. Wera Corrêa
    20/03/2013 at 1:45 am (5 years ago)

    Eu sempre digo: nao ha nada que um chocolate nao resolva.

    Reply
  2. rita
    20/03/2013 at 2:09 am (5 years ago)

    Verdade mae.

    Tu sabe que o chocolate em si eu passo, mas o mousse de chocolate, o pudim de chocolate, a torta de chocolate e o negrinho eu AMO.

    Reply
  3. Larissa Banister
    20/03/2013 at 12:39 pm (5 years ago)

    Rita, vc esta coberta de razao, eu ja sinto isso sem nem ao menor ser mae, imagine quando eu for. Trabalho o dia todo, acordo cedo, ando pra caramba (uso o trem para ir trabalhar), chego em casa esgotada. E o nosso padrao de limpeza brasileiro tb nao nos deixa descansar muito. O jeito eh delegar atividades, como vc faz com seu marido e eu faco com o meu (ele cozinha) e tentar relaxar (fico me controlando para nao passar o aspirador todos os dias, etc), sem paranoias. A diferenca eh que eu nao me dou o direito de comer brigadeiro (deveria), mas vc pode, com esse corpinho da pra comer ate um caldeirao! rs rs Beijos

    Reply
  4. Juliana Leal Valera
    20/03/2013 at 3:34 pm (5 years ago)

    Eu acho que não precisamos nos cobrar perfeição em tudo, isso é muito cruel e injusto.
    Que bom que seu marido ajuda, afinal a casa e os filhos são responsabilidade dos dois.
    Eu amo chocolate, mas não sou muito fã de brigadeiro, acredita?? Prefiro mil vezes beijinho.
    Sou que nem você, fico estressada, isso era algo que eu sempre tinha que melhorar no meu trabalho como enfermeira, eu ficava MUITO estressada com algumas coisas. Isso não faz bem pra gente!!
    Beijos

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *