Vou perguntar uma coisa bem esquisita mas estou curiosa:
Mães, em que momento vocês deixam seus filhos brincarem sozinhos lá do outro lado da casa sem a companhia de vocês, ou seja, sozinhos?
Pergunto pois moramos em casa e não bastasse isso, ainda temos um lance de escadas digno de filme de terror: alto, muito alto, morro de medo da Bella despencar lá de cima, principalmente porque temos cachorro sem noção, gordo e desastrado que quando resolve descer as escadas ele se atira escada abaixo como se não houvesse amanhã, sem medo de sair rolando se pisar mal em um degrau. Então o que acontece é o seguinte, eu não posso deixar a Bella solta pela casa, ou os dois livres para transitarem ao mesmo tempo, se Bella está brincando no andar de baixo ok, pois eu estarei na cozinha ou na sala, mas aqui vai a pergunta:
Em que momentos os filhos de vocês ficaram livres para brincar dentro de casa sem a presença de um adulto?
Esta pergunta se dá mais para quem mora em casa. Quem mora em apartamento é mais fácil, você ouve seu filho brincar no quarto ou na sala, mas em casa você não enxerga e não ouve. Se estou cozinhando a Bella tem que ficar no andar de baixo, não a deixo livre para brincar sozinha no seu quarto.
E vocês?
Gostaria de saber com que idade vocês começaram a confiar no seu filho para brincar sem supervisão. Eu confio na Bella se eu estou no mesmo andar que ela, mas em andares diferentes? Não confio ainda não, ainda mais porque ela ama pular, ela sobe na cama e pula, pula o tempo todo.
Neurose?
Não sei, mas estava pensando nisso um dia destes e resolvi fazer esta pergunta.
Quanto a escada eu a deixo fechada com uma grade infantil, assim se estivermos lá em cima, não haverá perigo da Bella tentar descer sozinha sem supervisão. Ela sabe descer ben direitinho, o meu receio (fundamentado) é por causa do buldogue mesmo, é um perigo até para um adulto subir ou descer escadas com aquela bola de canhão subindo ou descendo junto.
A pergunta é mesmo das brincadeiras sem supervisão!
Vamos lá mamães, sei que depende de criança para criança, mas quero ouvir a opinião de vocês.
Tenho grade de proteção na escada.
Tenho janelas “anti-criança” fechadas e protegidas.
Tenho tapa tomada.
Só para deixar claro que as medidas de seguranças eu tenho todas 🙂
Vamos lá meninas que moram em casa: Todas, em especial minhas amigas Mercinha, Ju, Adriana, Paty, Nádia …e aí? Os pitocos zanzam livremente pela casa sem a sua supervisão ou não?
Aff como é difícil ser mãe, estou sempre cheia de dúvidas!

14 Comments on Pergunta de mãe para mãe….que mora em casa!

  1. Mamãe Nádia
    06/03/2013 at 2:54 am (5 years ago)

    Então, sempre moramos em apartamentos pequenos no Brasil, não tínhamos esse problema.
    Agora aqui nesse casarão de dois andares estou sempre no mesmo andar que o Pedro (que vai fazer 4 anos agora no fim do mês).
    Primeiro que ele tem medo de ficar sozinho no outro andar.
    E segundo que eu não confio em deixá-lo sozinho por muito tempo. Pedro sozinho = a arte na certa! Prefiro que ele esteja sempre sob meu campo de visão…Pode ser neurose…Mas ele está sempre comigo, ele não gosta de estar sozinho. Aonde vou ele vai atrás e conversando o tempo todo!

    Reply
  2. Anonymous
    06/03/2013 at 4:11 am (5 years ago)

    Que bom saber Nadia
    Pois eh, acho ela meio pequena ainda para ficar sem supervisao, no mesmo andar ok pois estou sempre de ouvido em pe, mas onde nao vejo e nao ouco dai fico apreensiva.

    Ve que morar em casa tem o lado bom e ruim ne?

    Reply
  3. Fernanda
    06/03/2013 at 10:52 am (5 years ago)

    Não moro em casa, mas moro numa cobertura duplex. O Guilherme, meu filho mais velho, está com 04 anos e normalmente estamos no mesmo andar, mas atualmente já deixo ele sozinho sem supervisão brincando no outro andar (nunca o da piscina!)… Mas acho que também varia de acordo com o perfil de cada criança, Guilherme sempre foi muito calmo e tranquilo, normalmente se deixo ele no andar que não estou quando vou dar uma olhada ele está sentadinho brincando com carrinhos, bonecos, quebra cabeça ou vendo televisão quietinho…

    Reply
  4. **Lih**
    06/03/2013 at 1:25 pm (5 years ago)

    Olá,

    Acho que com 4 a 5 anos eles já brincavam no quintal sozinhos, no meu caso a minha maior preocupação é a frente da casa, medo de alguém tirar eles pelo muro ou pelo portão (neurose, são altos e com cadeado), até hoje não gosto que brinquem na frente da casa! Cada mãe tem seu medo não é mesmo, não tenho medo deles se machucarem mas sim das pessoas que passam na rua… Minha menina tem 7 anos e meu menino tem 13, mas ele já foi pequeno né, então os medos foram os mesmos para os dois.

    Beijos!

    Reply
  5. Danielly Meier
    06/03/2013 at 2:18 pm (5 years ago)

    O Adrian fez 4 em dezembro e apesar de também possuir t-o-d-a-s medidas de segurança não deixo ele sozinho em nenhum andar de casa. Não gosto de não poder "ouvi-lo" (minha casa tem 4 andares) é impossível saber exatamente o que ele estã fazendo se eu não estiver pelo menos no mesmo andar que ele. Ele é muito calmo e sabe o que não pode fazer, mas mesmo assim, ainda não acho apropriado.

    Reply
  6. Adriana
    06/03/2013 at 3:09 pm (5 years ago)

    Ri,
    Aqui em casa é a mesma coisa. Eric sempre no mesmo andar q eu, até pq ele nao gosta de ficar sozinho e esta sempre me seguindo por onde quer q eu vá. Ele nao costuma brincar no quarto, os brinquedos ficam na sala (ou no basement). No quarto temos livros e bichos de pelúcia, q ele normalmente só se interessa qdo vai dormir. 😉
    Beijinhos com saudades,
    Adri (hj a noite te mando email)

    Reply
  7. Patitando
    06/03/2013 at 4:06 pm (5 years ago)

    Olá Rita, não gosto de deixar a Isabella em um andar e ficar no outro não… Se estou aqui em cima, ela está também, se estou lá embaixo ela vai junto! Também temos grade na escada em cima, mas morro de medo porque nossa escada é de madeixa, não é carpete. Ela só tem dois anos e preciso estar olhando o tempo todo. Agora vamos finalizar o basement e criar uma brinquedoteca lá embaixo para ela, então vou ter que me preocupar com 3 andares! Não acho sua preocupação infundada. Acho que quando ela estiver maiorzinha você vai sentindo a hora certa de se distanciar um pouquinho…
    Um abraço!

    Reply
  8. Dani Dani
    06/03/2013 at 4:26 pm (5 years ago)

    Moro numa casa bem grande, inclusive com piscina. Meu pequeno rebento de dois anos passeia nela livremente desde que nos mudamos, 1 mês depois de completar os dois aninhos.
    Temos dois andares com escada de dois lances. Ele sobe e desce as escadas sem supervisão desde 2 anos e meio, antes disso tentamos, em vão, colocar um portãozinho em baixo para ele não ter acesso, mas ele se esgueirava e subia pela lateral. O portão de cima ainda temos mas só fechamos a noite pois temos medo dele acordar sonolento e querer descer a escada.
    No andar de cima temos tela em todas as janelas e na varanda. E também temos um cachorro poodle porém os perigos são outros, ela apesar de leve, é completamente lerda e surda, tem uma mania ridícula de parar na frente dos pés ou então mudar de direção subitamente e todos tropeçam nela toda hora.
    Sempre acostumei a deixar os cômodos livres de tragédias anunciadas, rs. Tem mãe que se gaba de ter um bibelô na mesa do centro e o filho nunca ter mexido. Se eu tivesse um bibelô e uma mesa de centro, os dois já teriam sido estraçalhados há muito…
    Gabriel faz aquelas coisas que toda criança faz, sobe no encosto do sofá e se joga no chão dizendo que é o buzz e vai voar, já tentou escalar a tv que é fixada na parede, sobe em cadeiras para alcançar coisas inalcançáveis.

    Apesar de tudo ele tem um senso crítico muito aguçado do que pode machucar ou do que não deve fazer de jeito nenhum. A piscina por exemplo é isolada por uma cerca própria para crianças, já me peguei pensando que se ele colocar uma cadeira consegue se jogar dentro dela, porém nunca o fez ou pensou em fazer ainda… costumo não pensar nessas bobagens e fico livre para ir e vir sem ficar na cola dele.
    Claro que toda hora estou procurando, chamando pra ver o que ele está fazendo. Quanto a pular na cama ele tb adora, porém acho que não tem muita graça quando ninguém está vendo, logo ele não pula.
    Não tenho protetor de tomadas.

    Beijinhos,

    Reply
  9. Dani Dani
    06/03/2013 at 4:28 pm (5 years ago)

    Lendo o comentários das outras mães estou me sentindo um ET… kkk, porém expliquei exatamente o que acontece aqui em casa, sem tirar nem por.

    Outros beijinhos,

    Reply
  10. Alicinha
    06/03/2013 at 11:27 pm (5 years ago)

    Não acho que seja neurose. Creio que vc vai sentir quando ela tiver maturidade suficiente para ficar só.

    Reply
  11. JM
    07/03/2013 at 3:45 am (5 years ago)

    Em casa os portões sao fixos na parede, e se fecham (encostam fechados) sozinhos, então nao confio deixar a Chloe subindo e descendo, abrindo portão nao… E ela eh minha sombra. So fica sozinha na sala- por exemplo- quando tenho que pegar algo no andar de cima e peco pra ela me esperar. Nao acho que seja neurose ( pode ate ser, mas nao acredito). Acho que e cuidado. Pra algo acontecer eh um segundo, e acredite, acontece ate do meu lado. Mas ela ainda e pequena (2 anos e 4 meses) e nao acho que ainda eh hora de "arriscar". Ela brinca em ambientes separados, mas andar ainda nao.

    Reply
  12. Ana Wiebe
    07/03/2013 at 7:24 am (5 years ago)

    Rita, moro em casa, e a escada pro basement é meu terror. Os degraus são curtos e ela é bem íngreme. Minha amiga que tem 3 filhos e mora em casa, me ensinou a colocar a Clara pra descer de barriga. Até filmei essa aventura dela, e ela nunca caiu. Só descia de barriga, até ficar confiante e descer em pé. Ensina a Bella a descer de barriga e vai relaxando (demora pra relaxar!). Beijo

    Reply
  13. Ana de Geo
    07/03/2013 at 9:32 am (5 years ago)

    Oi, Rita!
    Já pensou em utilizar a babá eletrônica para no começo ficar mais segura? Eu sei que é meio sabotagem, mas quem sabe assim você vai adquirindo mais segurança…
    Beijinho na Bella!

    Reply
  14. Projeto Pequenos Guerreiros
    07/03/2013 at 1:20 pm (5 years ago)

    Então, moramos em apartamento, mas é duplex. No andar de cima temos churrasqueira sala de tv e um terraço bem grande com amoreira, jabuticabeira, horta…

    Lá em cima não deixo a Bia brincar sozinha ainda… No máximo, eu fico na sala de cima vendo tv, mas na maioria das vezes ela brinca, planta, vai na piscininha comigo do lado.

    Já o contrário, nós ficarmos almoçando lá em cima enquanto ela brinca na sala de baixo ou no quarto dela, ok. Já aconteceu umas 3 vezes. Fiquei neurótica, subindo e descendo para espiar, mas estava tudo bem, debaixo das cobertas ou brincando direitinho (o que é BEM raro)!

    Mas na maioria das vezes, confesso, fico no mesmo cômodo que ela. Para cozinhar, forro o chão do chuveiro e ela fica brincando no banho. Porque ela apronta MUITO mesmo. É o tipo de criança que não se pode deixar sozinha 1 minuto…

    Beijos!!

    Monica

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *