A felicidade da semana, dos últimos 6 meses, foi a vovó Wera!

Hoje a vovó voltou para o Dindo Gugu Brasil, e nós respeitamos (até ali) a decisão da vovó.

Tentamos convencê-la com tudo:

  • Com mais episódios de Dexter, de Dowtown Abbey, de The Following….
  • Com mais saídas para jantar
  • Com mais banhos no chuveiro mais sensacional do planeta – o nosso!
  • Com a cama box spring mais gostosa e fofinha do quarto de hóspedes mais tudo de bom do Canadá – o nosso!
  • Com mais chocolates
  • Até com mais sol em Vancouver…..mas ela bateu pé!

Ô vovó, tu vais deixar saudade, viu?

  • Saudade de saber que tu estavas aqui em casa, não existe sentimento maior de PRESENÇA.
  • Saudade dos teus cuidados.
  • Saudade da tua comidinha.
  • Saudade dos teus bolinhos de arroz.
  • Saudade da tua salada de maionese.
  • Já falei saudade da comidinha?
  •  Saudade da vovó corringindo os erros de português e digitação do blog.
  • Saudade dos mimos com a Bella (sou um pouco ressentida da Bellinha só ter a nós dois para ser mimada, não ter o restante da família)
  •  Saudade dos mimos com o Butters (só a vovó pensa nele assim, de salvar as “skins do frango tostadinho” para ele)
  • Saudade da companhia para ir ao shopping….e ao super….e a loja de 1,99.
  •  Saudade da vovó me enlouquecendo dando uma de co-pilota no carro e se agarrando na porta como se isso fosse salvá-la de uma barberagem minha.
  • Saudade da minha companheira de tomar Coca-Cola sem culpa (agora sem a mãe aqui, babau Coca, hello água).
  •  Saudade da vovó tomar as rédeas da reciclagem aqui em casa….agora tchau tchau lixo reciclável mega organizado, hello confusão que o lixeiro nem sabe que o espera!
  • Saudade da vovó arrumar a nossa cama para depois o Butters ir lá e bagunçar tudo…hahaha
  •  Saudade da vovó ser minha companheira de TOC (cabides do closet entre outros exemplos)
  • Saudade de dizer “a gente vai cozinhar isso hoje, né?” quando a GENTE, claramente significava a vovó.
Enfim, saudade de tudo, mas principalmente de todos os pequenos momentos do dia a dia, aquele que nós, que moramos fora, somos privados sempre. É duro morar longe da nossa família, quem passa por isso sabe, então ter estes momentos de rotina com a mãe da gente é muito valorizado, mesmo quando a Ritinha aqui não sabe expor com todas as letras o quão valorizados eles são.
Eu tenho consciência que não são todos que tem a sorte de ter a sua mãe vindo visitar por tantos meses, eu sei disso. A vovó pode vir e a vovó quer vir, mesmo com uma certa pressão né vovó? Então nós nos sentimos extremamente abençoados por esta oportunidade de ter a vovó Wera aqui conosco por 6 meses.
Talvez se a mala do Dindo Sabe Tudo não fosse um empecilho…hahaha…a vovó quisse ficar mais. Mas sem o bebê dela fica mais complicado né Dindinho?

Tudo o que eu digo acima não vale só para mim, para a Bella e para o Butters…..vale igualmente para o Bryan. Ele simplesmente AMA quando a minha mãe vem ficar conosco e nos mimar, ele se sente super especial e amado, e jamais, nunca, never, everrrrrr reclamou da presença da vovó, ele é sempre o primeiro a dizer (de verdade) que por ele a vovó poderia pedir a imigração e ficar de vez.

Os primeiros dias depois da partida da vovó Wera são sempre os mais difíceis, mas depois nós entramos na nossa rotina. Depois de quase 10 anos de Canadá e chegadas e partidas, o meu coração já está programado para se reacostumar com a solidão….fazer o que né?
A felicidade de hoje tem um pouquinho assim de tristeza:

 

… mas ASSIM Ó de felicidade.

 

Te amamos mãe, tenha uma ótima viagem e amanhã te ligamos para saber como tu te saiu na viagem.

document.write(‘

18 Comments on Pequenas Felicidades: Vovó Wera “Edition”

  1. Bere
    01/03/2013 at 12:21 am (4 years ago)

    adorei o post!!!!!a Wera vai amar este depoimento do coração…..bjos Berê

    Reply
  2. Mamãe Nádia
    01/03/2013 at 12:36 am (4 years ago)

    Ai que pequenas felicidades mais doloridas dessa semana!
    Chorei lendo esse post…porque imagino tudo o que se passa nesse momento…
    Imagino aqui em casa a choradeira que vai ser quando os vovôs vierem e forem embora…
    Mas a gente vai levando e se acostuma…
    Beijos!

    Reply
  3. Fernanda Reali
    01/03/2013 at 3:17 am (4 years ago)

    Amei as saudades todas, menos a de dar a pelezinha do frango assado pro Buttlers! Perdemos uma amiga, mas mesmo assim fiz meu post de pequenas felicidades a colocando nele. É uma felicidade conhecer boas pessoas! Beijooo

    Reply
  4. Paula Corso
    01/03/2013 at 4:22 am (4 years ago)

    Oi Rita! Que post mais lindo! Amei e quase chorei. Eu acompanho vc aqui pelo blog, pelo facebook, pelo instagram todos os dias e, o mais engraçado é que as vezes nem eu sei porque, já que você fala sobre os assuntos do seu cotidiano de mãe… coisa que eu não sou. Mas gosto TANTO do jeito que você se expressa que eu simplesmente me apaixonei por acompanhar vocês diariamente ( e olha que faço isso desde que a Dona Bellinha não tinha nem cabelo direito e usava aquelas faixa charmozérrimas no cabelo… hahahaha). Mas hoje em si, parece que estou conseguindo me encontrar no post de verdade! No meu caso, sou de Campinas/SP e estou morando no Mato Grosso há quase 4 anos, desde que me casei. Então sei exatamente o que é isso! A sensação de vazio da casa, a falta que faz a cia. só pra ir na lojinha de R$ 1.99, não ter onde ir almoçar de domingo! Super te entendo!! Mas se consola pensando que já já tem o Caribe pra vocês matarem a saudade! Hahaha… Beijoss!!!

    Reply
  5. Sandra Nogueira
    01/03/2013 at 4:52 am (4 years ago)

    Aiiii…minha mãe passa umas temporadas aqui em casa e mesmo podendo vê-la sempre já sinto falta…é mesmo, ainda bem que tem o Caribe no meio das temporadas, heim?

    bjos

    Reply
  6. Anonymous
    01/03/2013 at 4:57 am (4 years ago)

    Rita so quem mora longe sabe como e dificil ficar longe da familia. Super me identifiquei…chorei de saudade da minha mae! 🙂 A parte do aeroporto e sempre a mais complicada para mim! Depois com a rotina a vida segue! Adoro o blog! Beijos!

    Reply
  7. EdeEtienne
    01/03/2013 at 9:02 am (4 years ago)

    Oi, Rita. Este seu post é um dos mais belos que eu já li!!! Também sei como é sentir esta saudade tremenda… Tão importante os maravilhosos momentos que vocês passaram juntas! Bjs, Etienne.

    Reply
  8. Jack Lins
    01/03/2013 at 9:57 am (4 years ago)

    Meu coração ficou apertadinho…saudade é algo tão chato, mas faz bem, poque o reencontro fica mais emocionante.
    Muito legal a amizade e cumplicidade entre vocês.
    beijos

    Reply
  9. LEONOR MARIA LÈO
    01/03/2013 at 11:02 am (4 years ago)

    ESTOU EMOCIONADA E SEM SABER O QUE DIZER…
    SIMPLESMENTE AMO SUA MÃE, QUE CONSEGUE SER COMO EU NÃO CONSIGO !

    Reply
  10. luallessi
    01/03/2013 at 11:11 am (4 years ago)

    tipo de post que o eu só consigo encontrar, pra definir, aquela famosa frase 'Oooohhhhhh…que fofo!'

    Ah, vai ter vovó com inveja de canto carinho…

    Reply
  11. Gerliane
    01/03/2013 at 12:02 pm (4 years ago)

    Ah Rita lindo post, que dó que a gente precisa se despedir não é? Mas é assim mesmo… Que outras alegrias venham substituir o que é insubstituível, a presença da sua mama.

    Reply
  12. Lola
    01/03/2013 at 12:18 pm (4 years ago)

    Oi Rita!
    Ah…a saudade assim, no final, é tão boa de sentir porque isso significa puro amor não?
    Adorei as fotos. Todas com uma alegria contagiante, apesar da partida!
    Bjs

    Reply
  13. Gustavo Correa
    01/03/2013 at 12:22 pm (4 years ago)

    Ritini do meu coração… bonito post, a mãe vai gostar de ver. A Ju fica braba (ansiosa) com minhas contagens semanais, mas em 14 semanas estaremos todos juntos!
    bjos!

    Reply
  14. Helô Dacunha
    01/03/2013 at 6:01 pm (4 years ago)

    Ahhh… até eu ja estou com saudades… Felicidade a vcs todos, bjsss

    Reply
  15. Ana
    01/03/2013 at 10:21 pm (4 years ago)

    Ai, Rita, dói né? Meus pais vêm com frequência também, ainda bem. Não ficam tanto tempo assim, mas pelo menos conseguem vir uma ou duas vezes no ano. E todas as despedidas são tristes, não tem jeito. Morro de dó da Laura principalmente, a que mais sente quando eles se vão. Mas é a vida, né? Espero que vocês fiquem bem logo.

    Reply
  16. Orvalho do Céu
    01/03/2013 at 10:31 pm (4 years ago)

    Olá, querida Rita
    Eu sou a vovó do seu post de hoje… rs…
    Senti muita emoção ao lê-lo porque é assim que meu netinho fala de mim quando vou e volto…
    Muito lindo!!!
    Bjm de paz e bem

    Reply
  17. Lin Sousa
    02/03/2013 at 4:26 am (4 years ago)

    olá, q lindas!! a saudade q bateu em você, bateu nela .. daqui ..da terrinha .. mas o bom q ela volta .. bjks e fique bem ..LIN

    Reply
  18. Larissa Banister
    05/03/2013 at 8:05 pm (4 years ago)

    chorei, chorei e chorei. Chorei pensando na primeira vez que minha mae vem para a Inglaterra este ano e que eu espero com todo meu coracao que o frio ingles nao assuste minha maezinha nordestina que adora calor e que um dia ela seja como a sua e venha me dar a felicidade de passar seis meses aqui.

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *