Já fazem alguns anos que leio sobre as inúmeras substãncias químicas usadas nos produtos de beleza e higiene. Lia, mas entrava em um ouvido e saía pelo outro, porém desde que Bella nasceu, comecei a prestar mais atenção nestas matérias.

Depois da minha última leitura, o que resultou na minha ida ao banheiro para ler o rótulo do Xampu Johnsons da Bella, joguei todos os produtos de higiene dela fora!
Fora não, transferi para meu banheiro para eu usá-los até acabar, pois os frascos eram novos. Só de pensar nela usando esta infinidade de produtos químicos diariamente me deu calafrios.

Entendam o meu choque ao descobrir parte destas substâncias químicas na embalagem de absolutamente todos os cosméticos que eu tinha em casa:

  • Fragância ou “Parfum”

Estes dois nomes vem de substâncias químicas chamadas “phthalates”, também usadas para amolecer plásticos em grandes indústrias. São os “phthalates” que dão aos cremes sua textura cremosa. Um dos efeitos colaterais desta substância altamente tóxica é o modo como ela altera nossos hormônios. Na minha santa ignorância, achava que fragãncia era meramente o perfume do produto. Não!!!

  • Parabenos 

Os temidos parabenos são conservantes que também afetam a maneira como nossos hormônios funcionam. Têm ação estrogênica, podem causar câncer de mama e puberdade precoce em meninas. Infelizmente, estas substâncias estão presentes em quase todos os cosméticos que vemos à venda: xampus, hidratantes corporais e para o rosto, entre outros.

As mamães e bebês podem comemorar, a campanha contra parabenos em mamadeiras plásticas vêm surtindo efeito, a maioria das grandes fábricas que produzem plásticos para bebês já começaram a aderir a campanha. Agora vamos ver se as empresas farmacêuticas começarão a abolir o uso destas substâncias em produtos de higiene infantil.

Evite produtos com: Metil, Etil, Propil e Isobutil

  • Alumínio

Já fazem alguns anos que venho ouvindo falar da possível relação entre o uso de desodorantes, ou melhor, anti-transpirantes, e o câncer de mama. Anti-transpirantes tem altas doses de alumínio, o que vêm sendo atribuído ao alto índice de câncer de mama.

  • Lauril-Laureth Sulfato de Sódio

Estes produtos criam espuma em xampus, sabonetes e pastas de dente. Estudos comprovam que podem causar danos ao sistema imunológico, assim como câncer, quando combinado a outras substâncias químicas.

  • DEA (Dietanolamina), TEA (Trietanolamina) e MEA (monoetanolamina)

 Encontrado em inúmeros produtos para cuidados com a pele. Podem causar alergia e a longo prazo aumentam o risco de câncer de rim e de fígado.

  • PEGs (polyethylene glycol)

PEGS funcionam como emolientes e garantem a “hidratação e a lubrificação” da pele e sempre contém um número ao seu lado quando estampados na embalagem. Em produtos de beleza, como os da Johnson para bebês, vemos o PEG100. Um dos efeitos colaterais do uso prologado de PEGs é baixa imunidade e potencial cancerígeno. Os PEGs também são usados para produtos químicos pesados para dissolver óleo e gordura de maquinários, assim como para encorpar outros produtos químicos. Neste caso, estamos falando de PEGs de números mais elevados. Mas mesmo assim, eu não gostaria de lavar meu rosto com um produto que também é usado para dissolver óleo em uma fábrica, não importa o nível de concentração.

Enfim, a lista é grande.

 Lógico que você pode pensar: bom, se eu for começar a evitar produtos e alimentos que sejam prováveis causas de câncer, eu jamais usarei ou comerei nada nesta vida, mas eu penso que informação é o maior tesouro que podemos possuir. Se eu sei que determinadas substâncias químicas são causa comprovada do aumento no índice de casos de câncer e outras enfermidades, por quê seguirei usando os mesmos produtos?

A pele é o maior órgão do corpo humano e tudo colocado nela é absorvido rapidamente. Estima-se que mulheres, principalmente, absorvem em torno de 2 quilos de substâncias tóxicas por ano, originadas em cosméticos.

Não é de dar medo?

Eu sei que certas doenças, até mesmo o câncer, tem grande parcela de genética como causa, mas algumas doenças vêm sendo causadas por elementos externos.

Esta mudança, porém, exigirá uma parcela de pesquisa, tempo e paciência. Eu li um por um os rótulos dos produtos de higiene da Bella, identifiquei todos que tinham estas substâncias (Johnson, Aveeno, entre outros) e comecei a pesquisar outras marcas, chamadas orgânicas ou naturais, que não usem este tipo de substãncias químicas. É uma tarefa que leva tempo pesquisando na internet, visto que se você for ao supermercado, shopping ou drogaria perto da sua casa, você verá que 90% dos produtos possuem estes agentes químicos. Encontrar produtos orgânicos e naturais não é fácil, mas uma vez você descobrindo quais marcas são as ideias para uso diário, daí sua pesquisa ficará mais fácil.

Aguardem novo post esta semana com os produtos que estamos usando aqui em casa. Naturais, sem a presença de agentes químicos perigosos á saúde, e que….pasmem….quando você lê a composição, você sabe daonde cada ingrediente vem!

10 Comments on Perigo nos cosméticos?

  1. JM
    20/02/2012 at 2:40 pm (6 years ago)

    Credo! Obrigado pelo post Ri! Arbone e uma marca boa ?

    Reply
  2. rita
    20/02/2012 at 5:46 pm (6 years ago)

    Ju.

    Nao conheco esta marca, amanha post as que estamos usando aqui
    em casa

    Beijo

    Reply
  3. Coisas De Mulher
    21/02/2012 at 12:55 pm (6 years ago)

    Nossa fiquei assustada,nem paramos para observar isso,e realmente temos que cuidar mais..Obrigado pelo post ,a informação é ótima,bjos e bom dia!

    Reply
  4. Nine Copetti
    21/02/2012 at 3:52 pm (6 years ago)

    Amiga, sabe que eu até procuro cuidar, mas são tão poucas as opções orgânicas, que acabo deixando pra lá!

    De qualquer forma, é importante a gente observar e tentar ir trocando aos poucos esses produtos, mais ainda para os que fazem reações alérgicas com frequência, atentar para essas fórmulas, é como os alimentos industrializados, né… enlatados, embutidos e afins, tudo é muito prejudicial a longo prazo. Agora, vou lá conferir os produtinhos que tu encontrou para substituição!

    Beijo grande!!!

    Reply
  5. Juliana Tolotti
    21/02/2012 at 4:04 pm (6 years ago)

    Rita, eu já sabia de alguns componentes, como por exemplo os "parabenos", pois, por acaso, fui em uma loja especializada em produtos para salão de beleza (estava atrás de um shampoo para tratar minhas mexas secas) e a pessoa que me vendeu uma determinada marca disse que os produtos daquele fabricante eram livres de parabenos.
    Mas fico pensando em todo o resto, não tanto com produtos para criança (pq ainda não as tenho =]), mas os que nós usamos, achando que estamos fazendo um super bem para nossa pele, como um hidratante mega cheiroso que deixa a pele bem sedosa…
    Que complicado! E agora? Quero saber desses produtos naturais!
    Beijos!

    Reply
  6. Marcela Macedo
    22/02/2012 at 2:18 am (6 years ago)

    Rita, adorei o post! Parabéns por todo o carinho e dedicação ao estudo para fazer este post.
    A minha perda, (vc sabe qual) foi por conta de um câncer bem agressivo. Então, este post foi muito esclarecedor para mim e a minha família.
    Obrigada!
    Beijos!

    Reply
  7. Pâmela
    22/02/2012 at 4:09 am (6 years ago)

    Oi Rita! É de dar medo! Eu sabia de alguns, mas de outros não conhecia os efeitos…

    Aqui é tão, tão caros produtos 100% naturais que as vezes simplesmente não dá para evitar os "venenos". Eu faço com os da Lara, mas agora vou checar de novo os produtos da Davene e da Granado que são meu preferidos hj! Sem contar os da Weleda.

    Eu tentei purificar meus shampoo e cremes de cabelo e não consegui… Nenhuma marca que eu testei, sabendo que eram naturais deixou meu cabelo "bom", daí me rendi, mas vou rever, testar outras marcas… quem sabe acho né?!

    Acho que temos que dedicar uma atenção especial aí… principalmente pelo que vc disse, a pele é o maior órgão do corpo, temos que cuidar, pois ele não deixa de ser uma porta de entrada né?!

    òtimo seu post!

    Bjoss

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *