Via ritabahu no Instagram

 
Gostaria de fazer um comentário ao que o Dindo Sabe Tudo falou ontem.

Quando era pequena, minha mãe sempre nos incentivou a fazer o que queríamos e a cada novo desejo ou talento, ela ia lá com a maior boa vontade nos matricular em seja lá o que fosse. Quando criança, fiz inúmeros cursos na Casa de Cultura Mario Quintana de Porto Alegre. Cursos de desenho animado, história em quadrinhos e até de axé, no auge do axé em mil novescentos e lá vai pedrada.

Não virei ilustradora da Disney e muito menos a nova rainha do Tchan, mas dei asas a todos os meus talentos naquela época e hoje, como mãe, quero investir nos desejos e talentos da Bella.

Hoje, no auge dos seus dois anos e meio, Bella adora:

  • Música
  • Projetinhos de Arte
  • Dança

Nesta ordem. Não pode ver um instrumento musical ou ouvir alguém cantando que já canta junto. Canta em casa, na escola, no ônibus e no meio do supermercado. Canta na frente de qualquer um que quiser ouvir, vergonha não mora naquele corpinho. Canta tanto que seu reportório de musiquinhas em inglês já é comparável aos alunos da minha turma de 3 a 5 anos. Sabe cantar quase todas músicas que eles sabem.

Projetos de arte é com ela mesma! Pinta com o dedinho, com pincel, tinta e aquerela. Adora lápis de cera e canetinha. Gosta de escrever o ABC (ou “ei-bi-ci-bi” como ela diz) com caneta em bloco de papel e só não pinta o sete pois já sabe contar até dez.

Ama dançar e dizer “Bailarina mami”.

Com tantos gostos e talentos precoces (mãe coruja baba mesmo), estou estudando uma aulinha especial para ela no final de semana: música ou dança, já que arte eu faço com ela em casa e ela tem de sobra na escola. Algo bem gostoso e descompromissado. Aula com gosto de brincadeira. Como o meu tempo e o cofrinho não têm recursos de sobra, escolherei apenas uma aulinha por vez, para que ela exercite sua imaginação e siga sendo esta menina despachada que é atualmente. Além de proporcionar este aprendizado extra, dentro do que ela gosta, ainda proporcionarei o contato com outras crianças da sua idade, que é sempre saudável.

Vancouver oferece uma gama imensa de escolas de arte e programas em centros comunitários em praticamente todos os bairros da cidade. A maioria dos programas para a faixa etária da Bella contam com a presença da mãe, então irei junto para curtir este momento artístico com a minha pimentinha.

Quando Bellinha começar a sua mais nova aventura, contarei para vocês!

Por hora o Dindo Sabe Tudo MESMO! Não me canso de dizer!

2 Comments on Os talentos da Bella

  1. Wera Corrêa
    10/02/2012 at 11:22 am (7 years ago)

    Muito bem Rita. Incentivar a Bella em tudo, ou como dizia um diretor que eu tive "temos que abrir todas as portas para os filhos espiarem", em algum momento irão se decidir por algo ou pelo menos terem momentos prazerosos.bj

    Reply
    • helena
      10/02/2012 at 2:03 pm (7 years ago)

      Rita,
      cada dia fico mais encantada com a Bella, quanta fofura! O Rafa tbem eh louco por musica, nao pode ver o violao do pai que ja sai pedindo pra tocar, "mamaiiii, don don"(que eh como ele chama o violao). ele ta um super tagarela, falando muito, mas andar sozinho ainda nada, minha amiga…
      bjo enorme pra vcs e um otimo fim de semana (de muito descanso, espero!)
      Helena

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *