Não gosto de escrever textos muito pesados aqui no Botõezinhos, até por quê o assunto prematuridade já é um tópico delicado, estressante e triste, mas de vez em quando cruzo com algum alerta na internet e acho que vale a pena divulgar, visto que se o problema chamou a minha atenção, certamente chamará a de outras mães.

Lendo um dos meus blogs favoritos de fotografia e scrapbooking, cruzei com a história do bebê Emmett, internado na UTI de um hospital de Phoenix, Arizona, Estados Unidos, desde o final de 2010. Por causa da ingestão de uma “simples” pilha tão pequenininha, Emmett já passou por 14 cirurgias devido à 2 perfurações no esôfago e traquéia, mais de 200 raio-x e teve parte de seu esôfago removido em duas ocasições. Tudo por causa do ácido produzido pelo Lítio destas pequenas baterias em contato com o esôfago.

Emmett’s fight

Especialistas do Centro Nacional Americano de Envenenamento, em Washington, publicaram na revista Pediatrics, que o dano ocorre nas duas primeiras horas em que a criança ingere a pilha. Na maioria das vezes os pais não tem idéia da ingestão da pilha e devido aos sintomas alarmantes, os próprios médicos tendem a diagnosticar o problema de forma errada nas primeiras horas. Vômitos incessantes, letargia imediata e febre são os primeiros sintomas. O sintoma mais alarmante de Emmett foi vômito com sangue, o que fez com que os médicos desconfiassem da ingestão de algum objeto. Se a pilha é passada diretamente para o estômago, os danos não são tão graves como quando se localizada no esôfago infantil.

Não preciso dizer que meu radar de mãe entrou em polvorosa né? Estas mini pilhas são encontradas em absolutamente TUDO hoje em dia: controle remoto de televisão e DVD, brinquedos, relógios, aquelas bijuterias bobas que brilham no escuro que dão em festas, e até naqueles cartões de aniversário que tocam música. Para uma criança inocente cruzar com uma pilha destas e colocar na boca e engolir não precisa muito.

Vou fazer uma varredura daquelas de arrasar quarteirão aqui em casa, e fiscalizarei o chão da casa regularmente.

Os médicos ainda não sabem que tipo de sequelas Emmett terá que lidar no futuro, visto que não se alimenta “normalmente” há quase um ano e teve danos irreparáveis à sua traquéia. De cortar o coração é pouco.

Vale a pena divulgar este vídeo, de dar medo a facilidade com que os pequenos podem ter acesso à este veneno.

4 Comments on PERIGO! PERIGO!

  1. Josiana Leite
    15/10/2011 at 5:17 am (6 years ago)

    Brigada pelo post informativo, realmente temos que estar mais atentos, vou prestar mais atenção, grande abraço.

    Reply
  2. Telma Maciel
    15/10/2011 at 2:21 pm (6 years ago)

    É realmente sério e bem perigoso isso tudo! Um grande risco pras nossas crianças… Foi triste, mas bom ler sobre isso, assim vou ter mais cuidado (pq apesar da minha já ser 'grande', ela ainda coloca tudo na boca!)
    Beijo

    Reply
  3. JM
    15/10/2011 at 2:49 pm (6 years ago)

    Nunca pensei que essas baterias fossem tão perigosas assim!!!
    Meu coração bateu mais rápido! Credo!! Estava conversando umas semanas atras sobre pequenas coisas que deixamos pra trás como moedas, botões etc. Mas baterias não! Agora vou prestar 100x mais atenção! Obrigado Ri!!!
    Beijos

    Reply
  4. rita
    15/10/2011 at 4:19 pm (6 years ago)

    Pois eh meninas, eu tambem, na minha ignorancia achei que o perigo estava na ingestao em si e nao no veneno dentro da pilha. Olha o absurdo.

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *