Fonte

Cruzei com um livro bem interessante sobre pais e filhos esta semana. Bem fininho, com textos curtinhos sobre pontos conturbados da maternidade/paternidade. Entre os textos que li, um me chamou mais a atencao:

Ser pai ou ser amigo?

Voces ja devem ter ouvido falar sobre este assunto, ou talvez deva conhecer alguem que eh mais amigo do que pai e mae, aquela pessoa que quer ser “parceira” do filho mesmo antes de querer educa-lo. Eu acredito que nao sofrerei deste mal nem hoje e nem nunca, felizmente (ou seria infelizmente?) a minha personalidade eh mandona demais para permitir que minha filha seja tratada mais como amiga, e menos como filha, e eu sei que a disciplinadora dentro de mim sempre tera mais voz ativa do que a mae-melhor amiga. Ha que se ter um meio termo em tudo na vida e eu trabalharei para que a Bella me veja como sua mae antes de tudo, mas tambem como amiga.

Eu nao tenho uma grande opiniao formada sobre o assunto, mas acho que grande parte deste comportamento vem daquela pontinha de culpa que os pais sofrem atualmente com a falta de tempo. Mae nenhuma gosta de trabalhar o dia todo, passar 8 horas ou mais longe do seu filho para so entao chegar em casa e ainda ter que disciplina-lo. Vejo por mim mesma, morro de saudade da Bella do minuto em que a coloco para dormir as 8 da noite ate as 5:30 da tarde do dia seguinte, e so de pensar em ter que brigar com ela na volta do trabalho, corta meu coracao. Ha um mes atras ela andava impossivel, alem de birrenta e mal criada, ainda se recusava a comer, e convenhamos, nada acaba com o bom humor de uma mae como o filho se recusando a comer. A cada volta para casa era a mesma coisa, mal criacao, gritos e choros da Bella, e eu alem de exausta e com saudade, ainda tinha que tirar forcas para disciplinar a pestinha.

Que cansaco!
Que frustracao!
Que vontade de me jogar em cima de uma cama e chorar!

Mae sofre, mas mae e pai tambem tem a obrigacao de “dar a real” ao seu filho, de nao permitir que a malcriacao venca, mesmo tendo que abrir mao do papel de amigo. Um ponto interessante do texto que li era que na ansia de curarem a culpa que sentem, os pais fazem dos filhos seus amigos e confidentes, causando um desequibilibro dentro da relacao. Criancas nao estao preparadas psicologicamente para entender as sutilezas de uma amizade, de entender a troca que existe entre amigos, entao misturar a amizade, um conceito que ainda esta se formando junto com a crianca, com o papel de mae e pai, mais traz problemas do que o contrario.

Assunto confuso, mas que vale a pena refletir. Todos queremos ser amigos dos nossos filhos, ter uma parceria para a vida toda, mas de amigos a vida esta cheia, mas mae e pai so existe um!

** Texto digitado em teclado sem acento **

3 Comments on Pais ou amigos?

  1. Adriana
    13/09/2011 at 1:37 pm (6 years ago)

    Adorei o texto, Ri!
    E falando em amizade… Semana q vem estaremos em casa e vcs nao estarão por perto. Triste. 🙁

    Reply
  2. Anonymous
    14/09/2011 at 4:29 am (6 years ago)

    Pois é, esse assunto é mesmo muito complicado e polêmico! Minha mãe sempre trabalhou, nos educou com disciplina, mas sempre fomos MUITO amigas, hoje, então, somos melhores amigas mesmo! Acredito muito que criança gosta de quem lhe impõe limites, mas sempre dentro dos limites!!! (haha! joguinho de palavras!) Eu quero MUITO ser amiga do meu filho mais pra frente!
    Beijos,
    Claudia Pinheiro.

    Reply
  3. Josiane dos Santos Pereira
    15/09/2011 at 1:41 pm (6 years ago)

    Josiane P

    Trabalho 8hs por dia e tenho um casal de filhos. A menina com 4 anos e o menino com 2 anos. Imagina minha rotina diária quando chego em casa? tento ser o mais amiga possível, mas tem horas que a casa cai kkkkk.
    E o pior que meu marido viaja durante a semana e sobra pra mamãe aqui….mas vamos lá, muita calma nessa hora!!!
    Adorei seu texto!! Bjo

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *