Me deparei com este pôster abaixo que me deixou pensando…

Depois de 1 mês de volta ao trabalho, ainda estou tentando encontrar um meio termo que acomode as minhas necessidades uma vez eu voltando para casa:

  • Cuidar da Bella
  • Dar atenção ao Bryan
  • Levar o Butters para passear (coitado, às vezes sobra para ele no quesito falta de tempo)
  • Ajeitar a casa
  • Cozinhar
  • Trabalho da Bella Balloon
  • Ter um tempo ócio para mim

Até agora estou tentando dar um jeitinho em todos os itens acima, afora o tempinho para mim. Primeiro pois neste primeiro momento de volta ao trabalho e a imensa saudade da Bella o dia todo, sequer pensar em deixá-la para ter um tempinho para mim soa como loucura, aproveito cada minuto das 3 horas e meia que temos juntas para ter um “fartão de Bella”.

É engraçado como quando não trabalhamos, seja por que você está em licença maternidade ou é dona de casa, você curti o seu filho como qualquer outra mãe, mas como passa 24 horas ao seu lado, você tende a não dar tanta importância a cada minuto do dia. Falo isso por mim mesma, até 1 mês atrás, quando o Bryan chegava em casa eu passava a Bella para ele brincar e dar banho enquanto eu descansava um pouco, mas agora comigo passando o dia todo longe dela, eu conto os minutos que passamos juntas e tento não disperdiçá-los com nada. Tanto é que aboli o uso de celular e laptop em casa até ela ir dormir. Mas nesta ânsia de aproveitar todos os minutos do dia, deixo a parte complicada da vida para depois das 8 horas que é quando ela dorme: cuidar da casa (o que não vêm acontecendo 100%, visto que minha mami está aqui nos paparicando como só ela sabe fazer), cuidar da burocracia da vida da gente, trabalhar nas festas da Bella Balloon até mais tarde da noite, e por aí vai.

Mas daí me pergunto? Cadê o ócio na minha vida?
Cadê o não fazer nada, que é tão importante na vida de uma pessoa?

Pois é, mães que trabalham fora não tem o luxo de muito ócio não. E hoje vejo que o ócio é um luxo que não existe dinheiro que compre. Você arrumar tempo para não fazer nada, ou fazer somente coisas boas que você adora, é um privilégio hoje em dia, quando estamos todos tão ocupados com mil e um projetos.

A coisa anda tão feia para o meu lado que hoje me peguei pensando na minha “lista dos sonhos” do ócio:

  • Poder ler um livro no início da noite sem pressa.
  • Poder ver um filme ou programa de TV (completei 25 dias sem assistir televisão! Pode?) depois do trabalho
  • Poder tirar mais de 10 minutos para tomar um banho demorado
  • Poder “passear” na internet sem pressa
  • Poder fazer pedicure sem contar os segundos
  • Poder ligar para minhas amigas sem olhar no relógio para ver se não estou demorando demais e gastando tempo que poderia usar trabalhando free lancer
  • Poder não fazer absolutmente nada de vez em quando e sentir a maravilhosa sensação de tédio

Ai , ai…

Sei que estes pensamentos não são privilégio meu e qualquer pessoa ocupada sente o mesmo, por isso tive vontade de escrever este tópico, para ver se pego idéias que funcionam com outras pessoas passando pela mesma falta de tempo.

Como vocês conseguem achar um tempinho para relaxar?

Há um tempo atrás uma cliente me disse ” Desculpa não ter respondido email antes, o uso de computador é proibido aqui em casa no domingo”. Achei o máximo! Acredito que a única forma de encontrarmos tempo hoje em dia, é cortando os supérfluos da nossa vida naquele momento.

Aqui vão algumas formas que estou ( e estarei) implementando para tentar achar mais tempo para mim:

  • Menos computador, menos internet (difícil para mim que trabalho à noite no computador e preciso da internet)
  • Tirar 1 dia para responder emails pessoais, um dia para responder emails de trabalho (e mesmo assim é complicado dar conta, aparentemente sou uma pessoa popular que tem muitos emails da caixa de entrada. Graças a Deus, eu AMO um email!)
  • Tirar um dia no final de semana para cozinhar comidinhas da Bella, ao invés de fazer durante a semana
  • Ser eficiente e tomar banho e escovar os dentes ao mesmo tempo (assim economizo 5 min de manhã cedo)
  • Separar a roupa que usarei no dia seguinte, na noite anterior. O mesmo com a bolsa, para evitar correria antes de sair porta afora
  • Ter uma agenda em casa e uma agendinha na bolsa para olhar no trabalho.
  • Planejar o final de semana para que se tenha ao menos um passeio e uma “pendenga” chata para resolver (supermercado, por exemplo). Assim, fazendo-se um passeio, se tem a sensação de que se fez algo de bom ao menos.

  E vocês, pessoal?
Alguma dica interessante para me passar? Adoraria saber como vocês vencem esta batalha de trabalhar na rua e depois chegar em casa e ter que trabalhar em casa.

 

3 Comments on Saudade do nada

  1. Mercia
    01/09/2011 at 2:43 pm (6 years ago)

    Ai ai Amiga, dificil…porque o dia não trm mais horas, rsrs!!
    Imagino como vc está…é uma mudança drástica mesmo…eu que só fico por conta do Lucas me canso pra caramba e tb sonho com aquela listinha de ocio que vc colocou acima!! Nem imagino como encaixar trabalho na rotina… Por hora decidimos que vou demorar a voltar, como vc fez, quero cuidar do Luquinhas por um ano ou mais, como sou autonoma é mais facil, então vou aproveitar, rsrs!
    Acho que o maior vilão, pelo menos o meu, é a internet…a gente acaba perdendo muito tempo mesmo…qdo eu trabalhava eu me limitava algumas horas
    do dia e pronto, não ficava enrolando…mas é tao dificil…agora que estou em
    'livre do computador' e quando o Luquinhas deixa, vejo o quanto somos dependentes…
    Ah, amei os comentários no album do gordo, vc sabe que AMO qdo vc comenta!! Mas entendo sua falta de tempo, não tem problema!!!
    Te adoro muito querida!
    Bjos

    Reply
  2. Fernanda Lucas
    02/09/2011 at 1:03 am (6 years ago)

    Olá Rita,
    Cai aqui no seu cantinho e confesso que amei!!!!!!
    Pude sentir uma alegria imensa em cada post, parabéns!!!!!
    Bjos

    Reply
  3. Carol P
    05/09/2011 at 3:36 pm (6 years ago)

    Rita,
    Como vc eh organizada OMG, queria ser h um pouqinho assim.
    No inicio na volta ao trabalho morria de saudades C, mas sei q ela adora a escolinha e agora ja me acostumei.
    O que me frusta e me consome eh o ocio, ou melhor a falta dele, pois jah q passo tempo longe dela durante a semana, no fim de semana nao quero deixar ela com baba e sair.
    Depois de quase um ano resolvi q uma vez por semana ou a cada duas semanas pelo menos, vou ver um musical , cabelereiro o q seja durante a semana. Nos primeiros meses meu trabalho era super longe e mal via a C agora trabalho alguns dias de casa e o ecritorio esta mais perto, entao passamos mais tempo juntas, mas o final do dia eh para matar pois estou cansada.
    Nao sei como eh ai, mas Lonres eh grande e aqui nao tem como se locomover em menos de 30 min.
    OUtra coisa faxineria 2x por semana, me doi no bolso, mas 1 x nao estava dando eu so me estressava.
    Meu objetivo eh conseguir sair de noite para jantar hahahah
    Durante os finais de semana agora fazemos algo fora de casa, as x bate o cansaco e nao rola nada,mas em geral estamos seguindo e esta sendo bom. Sempre almocamos fora, vamos a parque teatro em outras zonas da cidade.
    Pois eh querida eh duro, mas eu sou mais feliz trabahando q de dona de casa. Melhor seria se eu pudesse ter um trabalho part time com o mesmo salario heheheheheh e assim eu poderia pegar ela na escolinha a hora q eu quisesse.
    Mas por outro lado temos escolha, e isso eh importante ter a opcao.
    Bj Carol

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *