Monday, May 23, 2011

Prematuridade: O bebê nasceu! Que presente dou?

 
O nascimento prematuro pega a família inteira de surpresa, e geralmente deixa os familiares e amigos pisando em ovos, sem saber o que fazer e como lidar com esta situação delicada.

Quando a Bella nasceu, percebi que alguns amigos tiveram uma sensibilidade extra em lidar com o nascimento da nossa prematurinha, então darei algumas dicas de que presentes são sempre bem-vindos nesta situação.

E não, não estou falando de presentes para o prematurinho e sim que beneficiarão a família prematura.

  • Comidinha para congelar



Quando se tem um bebê no hopsital, na UTI principalmente, toda a energia dos pais está voltada para a delicada linha entre a saúde e a doença, entre a esperança e o desespero, entre o sorriso e as lágrimas, e não se tem energia, nem vontade e muito menos disposição física para se fazer nada.

Cozinhar muito menos. Um presente mais do que bem vindo e com um toque de carinho, é presentear a família prematura com uma comidinha feita em casa para congelar. É muito difícil chegar em casa às 10 da noite, muitas vezes, e perceber que você não comeu nada desde o meio dia, e abrir a geladeira e ver que não tem nada para jantar.

Se você é prendada e gostaria de fazer um ou mais pratos gostosos para a mãe e pai prematuros, sei que eles certamente apreciariam de coração.

  • Vale presente de um restaurante pertinho do hospital
 
Se você não é prendada e não sabe ou não tem tempo de cozinhar, mas gostaria de se certificar que a sua família favorita está se alimentando bem, um vale presente de um restaurante próximo ao hospital é sempre bem vindo. Nada chique ou pomposo, até por que os pais sairão da visita da tarde ou da noite "naquele estado", então um restaurante família com comidinha simples e gostosa é o lugar ideal.

  • Estacionamento semanal ou mensal
 Uma das coisas mais delicadas na logística de se ter um filho na UTI por meses a fio, é o número de despesas que se terá quando não se estava preparado para isso, e uma delas, que jamais pensamos, é o estacionamento do hospital. Se nos pegamos reclamando do estacionamento pago para ir a um cinema por 2 horas, se coloque na situação da família que tem que pagar estacionamento por 138 dias como a nossa precisou pagar.

Um presente esquisito, porém muito bem vindo, é presentear a família prematura com um cartãozinho bem simpático com um ticket diário, semanal ou mensal do estacionamento do hospital, quem sabe com os dizeres:

" Uma coisa a menos para vocês se preocuparem. Agora é hora de se preocupar somente com o seu bebê".

  • Ajude nos afazeres da casa
 Esta é para a família próxima ou amigos mais íntimos. Se a mamãe prematura for como eu que passei por poucas e boas nos 138 dias de UTI com a minha filha, a última coisa que você tem condições de fazer é arrumar a casa. E não estou falando de faxina, que isso podemos solucionar com uma diarista, mas sim com uma mão amiga que vá na casa "prematura" e apenas organize a bagunça: roupas no armário, sapatos no closet, mesa arrumada, roupas na máquina de lavar, estas coisas triviais que não nos damos conta quando tudo está bem na nossa vida. Quando se está passando por uma situação delicada como um filho na UTI, a casa fica em segundo, terceiro ou quarto plano, e uma ajudinha é sempre bem vinda.

  • Ajudando a terminar o enxoval do bebê
A Bella nasceu quase 4 meses prematura, o que significa que eu tinha apenas 50% do enxoval pronto. Um bom presente para a mamãe prematura é se oferecer para levá-la nas lojas de bebê para ela acabar de comprar as coisinhas para o filhote. Como o pai do bebê estará tirando dias ou horas de folga para estar mais presente no hospital, ele certamente vai tentar não tirar mais horas de folga para zanzar de loja em loja. Uma pessoa amiga ajudando a mamãe a terminar o enxoval é sempre um ótimo presente.

  • Flores
 Uma das coisas que me deixou mais sensível quando ganhei a Bella foi este pensamento bobo: "Moro fora, não tenho família no Canadá, não ganharei um vasinho de flores para comemorar o nascimento da minha filha."

E qual não foi a minha surpresa ao receber das minhas amigas queridas em Calgary, um vasinho de flores e um cartãozinho festejando o nascimento da minha filha. O que me deixou mais feliz foi que naqueles cartõezinhos, as felicitações eram para o nascimento do bebê, e não para o nascimento do prematuro.

Naquele momento me senti uma mãe normal, e não uma mãe prematura.

Obrigada amigas.

  • O presente mais importante de todos
Tenha sensibilidade quando for falar com a mãe prematura. Jamais minimize a situação em que ela está, fazendo comentários do tipo:

" Não seja boba, tudo dará certo."

" Não faça drama, o seu bebê só precisa engordar."

"Você está muito deprimida, isso não faz bem".

É impressionante a quantidade de pessoas que não entende o que significa trazer ao mundo um bebê prematuro. Para vocês terem uma vaga idéia do que estou falando, imagine ouvir do seu médico antes de dar à luz: " O seu filho tem apenas 50% de chances de sobreviver", ou "Se ele sobreviver à esta noite", e outras frases do tipo. Agora se imagine no lugar desta mãe.

Entendo que pessoas leigas não entendam esta situação, portanto é preciso ter o máximo de cuidado ao falar com a mãe prematura, principalmente. Se você não sabe o que dizer, não diga nada, apenas escute. Se você ficar desconfortável em escutar, ofereça um colo para a mãe chorar. Neste momento tão delicado, os pais não precisam de palavras de conforto, apenas de uma mão para segurar.

Nós precisamos, mais do que presentes materiais, roupinhas ou chupetas, de um ombro amigo que nos escute e nos deixe chorar.

E lembre-se, quando o bebê sair do hospital, você terá feito parte do time que ajudou esta família tão especial a enfrentar os piores momentos de sua vida, e poderá comemorar com eles a sua maior vitória.

4 comments:

  1. Oi, amiga!!! Estava no interior, fui visitar minha mana e familia toda, e comemorar o níver que passou (meu e de mamis).Tão bom ter todo mundo reunido, fazia tempo que não juntavamos toda turma.

    Agora, menina, gostei tanto de ler esse post aqui, me senti tão bem. Quando fiz estágio e passei pela maternidade, vi de perto a angustia de muitas mães e a indelicadeza de alguns familiares, isso me deixava muito triste, sempre acabava tirando um tempinho pra conversar com elas, distraí-las. Acho que nem todos tem a sensibilidade necessária para saber como lidar com essa situação, mas a maneira como tu colocaste as coisas nesse post, acho que é o empurrãozinho que faltava para as pessoas pensarem mais antes de visitar/dar apoio a alguém num momento assim - não só em caso de mamães de prematuros - e passar a oferecer alguns mimos e carinhos necessários, ao invés de angustiar mais ainda e tumultuar quem tanto precisa de tranquilidade e boas energias.

    Beijinho no coração,
    Nine

    ReplyDelete
  2. O comentário encantado!
    Faz dias que não consigo comentar aqui... ou minha internet cai, ou Bia grita, ou dá erro... rs
    O blog está a cada dia mais lindo! As fotos são lindas! O Bella aprova ficou muuuito bacana!!
    E já aviso que vou roubar este post amanhã... hahaha
    Beijos!!
    Monica
    www.projetopequenosguerreiros.com

    ***obrigadíssima pela dica dos fotolivros, adoro montá-los!

    ReplyDelete
  3. Nine,

    Eh verdade amiga, qualquer mae deveria ser tratada com mais sensibilidade, as vezes os parentes e amigos na ansia de ajudar (ou atrapalhar) fazem comentarios desnecessarios que mais atrapalham do que ajudam.

    Beijos
    Rita

    ReplyDelete
  4. Oi Monica,

    Sabe que tambem estou com dificuldade de comentar em alguns blogs.

    Que bom que gostou do post, eh bem util ne?

    Pode botar no projetos que eu amo!

    Beijocas
    Rita

    ReplyDelete

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...