Uma das coisas mais divertidas de se estar grávida ou planejando uma gravidez no futuro é pensar no nome do bebê. Duvido que exista alguém que nunca tenha pensando em que nome daria para um filho.
 Dar nome a alguém, seja uma boneca, um cachorro ou melhor ainda, um filho, é uma responsabilidade e tanto. Eu e meu marido tínhamos uma lista limitadíssima de nomes quando fiquei grávida, afinal, o nome tinha que combinar tanto com Português quanto com Inglês. Ele gostava de Violet, eu gostava de Isabella, ele gostava de Brooklin, eu seguia gostando de Isabella. Vale lembrar aqui que o mérito da questão não era vencer esta disputa, era mera logística de fazer um nome funcionar em duas línguas. Fiquei imaginando a minha família chamar o meu filho de Brooklin, não consegui imaginar tamanha esquisitice. Não pelo nome em si, que acho lindo, mas por estarmos falando de uma criança de dupla nacionalidade. O mínimo que se espera é que a família do lado de lá saiba pronunciar o nome corretamente.
Isabella venceu e logo se transformou em Bella. Curto, lindo e cheio de significado.

Não sei o que teria acontecido se tivéssemos tido um menino. As nossas opções eram Luca (que amo) ou Benjamin. O meu marido não gostava muito da combinação Luca Correa e depois que a chata Bundchen deu o nome de Benjamin para o seu filho, o  nome perdeu a graça para mim. Se bem que eu teria dado este nome antes dela, já que o Ben dela nasceu depois da minha Bella.

Se escolher o primeiro nome não fosse difícil o bastante, imaginem escolher um nome do meio, ou seja, um que combinasse com Isabella e também com o meu sobrenome, em Português, e o do marido, em Inglês.Até a Bella nascer tínhamos optado por não seguir a tradição norte americana de dar um nome do meio a nossa filha, Isabella já era bonito o bastante, mas tudo mudou quando ela nasceu. De repente decidimos dar um nome especial à aquele bebê tão pequeno que estava lutando tanto para sobreviver, foi então que Isabella se transformou em Isabella Victoria.
A cada vez a chamo eu tenho certeza que escolhemos o nome certo, Bella, para o meu marido e eu, é sem dúvida o nome mais bonito do mundo.
Confesso que já escolhemos o nome do nosso segundo filho (quando ele vier) e nenhum deles, seja menino ou menina, está na lista! Não se preocupem pois não é nem Apple e nem Moroccan! São nomes que combinam nas duas línguas, mas por algum motivo não são nomes comuns hoje em dia. Gosto disso.
Caprichamos na criatividade para o irmãozinho ou irmãzinha da Bella!

E vocês meninas?
Que nomes escolheram ou escolheriam para seus filhos?

2 Comments on Nome do bebê

  1. Pâmela
    12/07/2011 at 1:56 am (6 years ago)

    Tarefa deliciosa escolher os nomes dos filhotes né. Aqui meu marido sempre amou Lara, mas eu ainda tinha outras preferências, apesar de achar muito bonito também. O nome foi ganhando sonoridade para mim, antes mesmo de engravidar. Aí já estava decidido. Se fosse menina, seria Lara (curto, simples, delicado e feminino), se fosse menino seria Luca (conscidência). Agora não sei bem ao certo se esta preferência (para o futuro) pelo nome de menino continua para mim, tenho receio que o chamem de Lucas.bjos

    Reply
  2. rita
    12/07/2011 at 2:03 am (6 years ago)

    Pâmela

    Ai Lara é tudo de lindo, eu amo também. Acho tão chique.

    E Luca tb amo, mas já definimos que se um dia vier um menino não será mais Luca.

    Acho que acontece de enjoarmos do novo, se fala tanto durante a gravidez que dai enjoamos e na segunda queremos um nome novo. Ao menos para mim.
    Beijinhos

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *